quarta-feira, 8 de outubro de 2014

Resenha #57 - Coringa

Postado por Diarios De Leitura - quarta-feira, outubro 08, 2014 - com 6 comentários
Ficha Técnica

Titulo: Coringa
Titulo Original: Joker
Roteirista: Brian Azzarello
Desenho: Lee Bermejo
ISBN: 978-85-73515-46-6
Páginas: 132
Ano: 2009
Tradutor:  
Editora: Panini


Resenha

Por mais incrível que isso possa parecer, sim, o Asilo Arkham está liberando o Coringa por vontade própria, alguma coisa aconteceu para que eles não o achassem mais louco, quem vai busca-lo é o personagem pelo qual os olhos vão nos mostrar essa história, Johnny Frost, um criminoso qualquer que começa a trabalhar para o grupo do vilão, não possui características marcantes, não possui um passado e nem uma individualidade dos outros capangas, por essas razões o Coringa se destaca ainda mais como protagonista assustador.

A primeira coisa a se fazer ao sair do Arkham e voltar ao mundo do crime é reencontrar velhos "amigos" e cobrar dividas, Frost se aproxima mais do vilão, começa a ver todos os lados de sua personalidade e de sua mente atormentada. Por onde o Coringa passa, o caos é implantado, vemos parte da cidade de Gothan sendo exposta à destruição, até o momento em que seu vigia vem cobrar seu preço.

Observarmos toda a trama por um personagem secundário com uma narrativa em primeira pessoa, é algo conflitante, as emoções do personagem influenciam no que vemos, e nos quadrinhos nem sempre é tão fácil como em um livro, mas toda a ilustração e narrativa é condizente, cada traço, cada ação e fala do Coringa nos faz pensar igualmente a Frost. O enredo muitas vezes é apresentado apenas nas ilustrações, nada necessita ser descrito, pois tudo que devemos entender está ali.



A arte desta HQ é suja, com um tom sombrio, muitos traços e detalhes são apresentados nela, em momentos de iluminação o contraste das cores se destaca, e outro detalhe muito legal é que as poucas vezes que Batman surge, as tonalidade das cores se tornam muito mais escuras, como se o herói apague toda a loucura e frenesi do vilão.

"Todo grande herói deve ter um grande vilão" é uma frase que pode resumir bem este encadernado, Azzarello faz um trabalho impar em destacar todos os pontos do Coringa, detalhes que víamos pouco nas outras histórias do morcego explodem nas artes aqui contidas, nas falas e nas atitudes demonstradas. Sim, Batman possui um  vilão a sua altura, para um herói que vive em uma linha tênue entre o certo e o errado, tem um antagonista tão perturbado mentalmente quanto ele.

Se você gostou do Coringa interpretado por Heath Ledger em "Batman-Cavaleiro das trevas" a leitura desta HQ é obrigatória tanto quanto "A Piada Mortal" (um dia vou resenhar para o blog), o personagem irá ganhar uma profundidade muito maior, explicando por que quase sempre o coadjuvantemente rouba as luzes de nosso herói.



O quadrinho é muito bom, tanto para fans do morcego quanto para aqueles que querem adentrar no mundo das HQ, ele é uma ótima escolha e uma excelente leitura da nona arte. 



Categorias: ,

6 comentários:

  1. Olá tudo bom?
    Que bom que você gostou dessa HQ, realmente a associação que você fez do Coringa da trilogia do Nolan foi a mesma que eu fiz quando acrescentei esse quadrinho para minha coleção. Já que estamos nessa vibe do morcego, você já leu Asilo Arkham e o arco Silêncio? O primeiro tem uma tendência mais onírica, já o segundo é um dos melhores arcos do morcego. Abraços ^^

    Brigada Paralela

    ResponderExcluir
  2. Que capa tudo de bom <3 não sou muito de quadrinhos, mas as vezes é bom quando você quer algo mais descontraído né? Viu seu blog e lindo, vou dar tour por aqui :) beijos

    ResponderExcluir
  3. Não tenho costume de ler HQs, mais livros e mangá, porém admito que a história do Coringa sempre me interessou! Não sei se ficaria bom, mas adoraria que a história dos super-heróis da DC Comics e da Marvel também se tornassem livros um dia, quem sabe?

    Beijos,
    http://misssorrisos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oiii. Eu amooo o Coringa!!! E odeio o Batman. Viva os vilões!!!! kkkk. Ele é engraçado, irônico e mau. Mas a graça é essa. Eu o adoro. Assisto e leio Batman, só por causa dele. hehehhe. Vou tentar conhecer esse :)
    beijoooosss
    http://profissao-escritor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Olá! Que saudade de comentar aqui!!!
    Amei muito a ilustração, não sei se você sabe, mas amo demais ilustrações e está é super rica em detalhes e a tonalidade marca muito as cenas...
    O ilustrador está de parabéns!!! Para quem ama mangas, quadrinhos e algo do gênero, este é um prato cheio :D
    Beijos
    Ariana Silva
    http://ariabooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oii, adorei a HQ, mas tem um problema, eu tenho fobia a palhaços/mascarados e foi um enorme sacrifício ler a tua resenha sem me desesperar.... Então, não leria. Mas fico no aguardo de mais indicações. Beijo,
    entreeleitores.blogspot.com

    ResponderExcluir