domingo, 31 de maio de 2015

Resenha #65 - O Sangue do Cordeiro

Postado por Diarios De Leitura - domingo, maio 31, 2015 - com 2 comentários
Título: O Sangue do Cordeiro
Título original: Blood of the Lamb
Autor: Sam Cabot
Editora: Arqueiro 
Páginas: 368

Resenha
O padre Thomas Kelly é um historiador que leciona em Londres e acabou de encontrar uma carta de décadas atrás que o poeta Mario Damiani enviou à sua amiga Margaret, revelando que havia tomado posse de um documento que abalaria a igreja. Quase que no mesmo momento, seu amigo e cardeal Lorenzo Cossa é nomeado arquivista e bibliotecário do Vaticano e pede para que Thomas vá para a Itália ajudá-lo a encontrar uma certa Concordata, desaparecida há séculos e que pode mudar aquilo que conhecemos como verdade soberana.

Livia Pietro foi convocada mais uma vez pelo conclave, grupo que governa os Noantri (seu povo) e foi instruída a encontrar a se aproximar de Thomas para que ele a ajude na busca da Concordata. Após isso, ela deverá matar Jonah, sua antiga paixão que a abandonou para sair em busca da Concordata afim de torná-la pública, o que complicaria as coisas tanto para os inalterados quanto para os Noantri.

O que eles descobrem logo de cara é que Mario Damiani era a resposta para tudo, ele roubou e escondeu a cópia da Concordata e as pistas deixadas são poemas que sempre levam a uma igreja da Itália e em cada uma delas há um novo poema indicando um novo local. E assim se inicia a busca por esse documento tão importante que pode abalar a fé da humanidade.

Basicamente, o conteúdo da Concordata é um acordo entre os Noantri, também conhecidos como vampiros e os inalterados, que somos nós, reles humanos. O acordo é que os Noantri não irão atacar os humanos para se alimentar se o Vaticano se propuser a disponibilizar o sangue dos hospitais para alimentá-los e assim as duas raças poderão viver em paz. Esse documento foi assinado pelo Papa da época e pelo líder dos Noantri. Acontece que, se ele vier a público, todos saberão da existência dos Noantri e tudo poderá ser como antes, quando eles eram caçados e queimados vivos. E é exatamente isso que o conclave quer evitar quando pede para que Lívia a encontre. Já Jonah acredita que o documento deve sim vir à público porque ele se acha de uma raça superior e quer que os humanos o idolatre. E já o padre Lorenzo Cossa quer que Thomas encontre o documento justamente para poder caçar e acabar com esses seres do mal.

Quando solicitei esse livro, confesso que foi porque a sinopse falava que era para adoradores de Dan Brown e Anne Rice, nunca li Dan Brown, já Anne Rice eu adoro, mas confesso que fiquei um pouco decepcionada. Esperava vampiros mais vampiros, se é que vocês me entendem. Mas O Sangue do Cordeiro foi uma grata surpresa. É narrado em terceira pessoa, sempre alternando os pontos de vista dos personagens, que são muitos. E a cada nova pista eu ficava mais curiosa para saber onde diabos Mario Damiani havia escondido essa Concordata. A leitura se tornou um pouco cansativa, acredito que por causa de tantos personagens e tantos detalhes sobre cada um. O final é surpreendente, as últimas vinte páginas foram mais sensacionais que o livro todo. Quando achei que havia acabado, não, ainda tinha mais uma revelação por vir e essa revelação, meus amigos, essa sim abalaria a igreja. É uma pena que se trata de ficção, seria tão legal se fosse real. A realidade às vezes é entediante.






quarta-feira, 27 de maio de 2015

Parceria Belas Letras + Lançamentos + Notícias

Postado por Diarios De Leitura - quarta-feira, maio 27, 2015 - com 2 comentários
Oi, gente! Esse ano está sendo maravilhoso para o blog, fechamos muitas parcerias super bacanas e dessa vez, passamos no recall da Belas Letras, o que foi uma grata surpresa. E para começar com o pé direito, vamos às últimas notícias da editora:

Desvende meu coração
Um livro para pintar, recomeçar e se identificar 



Quem nunca teve um coração quebrado? Mais do que isso: quem nunca desejou recomeçar? É com essa premissa que Dom & Ink (também conhecido por Dominic Evans) apresenta Desvende meu Coração: um livro sobre paixões, separações, períodos de fossa e recomeços. Em suas páginas desafiadoras, o leitor é convidado a xingar – com o maior número de palavrões possíveis – o seu ex; a fazer uma breve lista sobre como arruinamos relacionamentos; e até mesmo escolher o par perfeito (seria a psicopata? o babaca lindo? o carinha da internet? As opções são muitas). 


Lançada próximo ao Dia dos Namorados, a obra promete tornar-se seu melhor amigo quando seu coração estiver estraçalhado e abatido na montanha-russa do amor.


Precisava de você
“Então está aqui tudo o que eu guardei por algum tempo. A partir de agora eu pretendo escrever, desde o começo, a nossa história (se é que eu posso chamar assim). O nosso (des)romance. Acho que a melhor maneira de se livrar de alguma coisa (neste caso, de alguém) é colocando para fora. Então é isso que eu vou fazer. Eu vou te exorcizar de mim. Que droga. Que droga, Gabriel Vegas. Eu gostava de você pra caramba.” 



Esqueça todo e qualquer romance que você já leu até hoje. Precisava de Você é um (des)romance narrado por Lola, (mais) uma garota de coração quebrado. Após o seu breve – porém intenso – romance com Gabriel Vegas, ela decide esquecê-lo escrevendo todas as suas memórias em um caderno velho, do primeiro ao último dia. E, aos poucos, ela descobre que podemos precisar de alguém de diferentes modos.


Panelaterapia
Lançamento reúne amigos, entidade social e familiares 



Na última semana, a cozinheira e blogueira Tatiana Romano lançou o seu livro, Panelaterapia, em Presidente Prudente (São Paulo). "Foi muito especial, não só por ser minha cidade natal, onde passei a maior parte da minha vida, mas porque estavam todos os meus amigos, além dos leitores queridos que eu só tinha contato pelo blog ou redes sociais", conta Tati. O momento também foi de agradecimento. Integrantes do projeto TTerê Acolher, uma residência inclusiva para jovens e adultos com deficiência, em situação de dependência, que não dispõem de condições de autossustentabilidade ou que não possuem amparo familiar, marcaram presença para retribuir a ajuda de Tatiana, que criou um meio para angariar fundos à entidade.

Em parceria com a editora, vamos receber os livros Desvende Meu Coração e Precisava de Você, logo tem resenha deles por aqui, fique ligado ;)
Beijos e até a próxima!


segunda-feira, 18 de maio de 2015

TAG: Doenças Literárias

Postado por Diarios De Leitura - segunda-feira, maio 18, 2015 - com 15 comentários
Olá, lindezas! Hoje, vou responder a TAG "Doenças Literárias" que eu vi circulando na blogosfera há um tempo. Ela funciona da seguinte forma: para cada doença, eu tenho que citar um livro de acordo com o que se pede. São 9 doenças ao todo mais uma de bônus que eu incluí. Vamos lá!

1- Diabetes: Um livro muito doce
Querido John, do Nicholas Sparks. Não gosto desse autor porque seus livros são melosos e esse tipo de leitura não é minha preferida. Quando li, escorria Nutella com açúcar do livro.

2- Catapora: Um livro que você leu uma vez para nunca mais na vida
Meu amigo Jesus Cristo, de Lars Husum. Eu comprei esse livro na Bienal por um precinho camarada e a sinopse parecia muito legal. Só que o livro não tem NADA a ver com o que está na sinopse, parecia ser comédia, mas era um drama muito tenebroso com um personagem estranho e o final parece que acabou de repente, tipo Uma Aflição Imperial. Decepcionante

3- Influenza A: Um livro contagioso
Saga Crepúsculo, da Stephanie Meyer. Confesso que eu gosto da saga, mas já gostei mais. Bella e Edward grudaram na mente das pessoas, por bem ou por mal e ficaram por muito tempo.

4- Ciclo Menstrual: Um livro que você lê todo mês e/ou ano
Bom, aqui temos um empate.Eu já reli três vezes a Saga Crepúsculo e A Culpa é das Estrelas. Em ambas, reli porque amo as histórias, mas principalmente para saber se minha opinião havia mudado e com relação a Crepúsculo, mudou um pouco e isso é triste para mim, porque eu achava a série perfeita quando li pela primeira vez com 14 anos haha.

5- Insônia: Um livro que você virou a noite lendo
Academia de Vampiros, da Richelle Mead. Virei várias noites lendo essa série, Dimitri é o divo mor do meu coração! 

6- Amnésia: Um livro que você leu e não se lembra
A garota que eu quero, do Markus Zusak. Lembro pouquíssimas coisas da história, quase nada e lembro que eu não gostei desse livro.

7- Asma: Um livro que te tirou o fôlego
Aqui, deixo reservado para todos os livros de investigação que li, principalmente Sherlock Holmes, livros da Agatha Christie protagonizados pelo Hercule Poirot, livros do Clive Cussler, Alma Cervantes, Robert Galbraith e tantos outros autores desse gênero que eu adoro, que me deixa roendo as unhas de curiosidade e sem fôlego nos momentos de revelação

8- Má Nutrição: Um livro que você esqueceu-se de comer para ler
Harry Potter, J.K. Rowlling. Como alguns sabem, faz menos de dois anos que li Harry Potter, então é uma leitura recente. Eu praticamente parei de viver enquanto lia esses livros, devorava um por um ansiando o final e valeu muito a pena.

9- Doença de Viagem: Um livro que te lembre/você relacione com uma viagem
Triloga Jogos Vorazes, Suzanne Collins. Me lembro que ganhei essa trilogia de presente de Natal e eu estava numa chácara com minha família, onde passamos o Natal e Ano Novo. Li a trilogia em dois dias enquanto estava lá. Todo mundo me chamando pra piscina e eu: "Peraí, só mais um capítulo!".

E agora vou acrescentar um novo item na TAG, porque preciso responder algo do gênero.

10- Ressaca: Um livro que te deixou um tempão na cama de molho para se recuperar
Um Dia, do David Nicholls. Esse livro acabou com minha vontade de viver por dias, me deixou na cama sem conseguir ler algo novo por dias, acho que não quero me embriagar assim de novo. 



É isso, gente. Espero que tenham gostado, deixo aberto pra quem quiser responder essa tag. Beijos e até a próxima!


domingo, 17 de maio de 2015

Parceria Editora Petit e Butterfly + Lançamentos de maio

Postado por Diarios De Leitura - domingo, maio 17, 2015 - com 0 comentários
Oi, gente bonita!
O blog foi selecionado para mais uma parceria super bacana, dessa vez com as editoras Petit e Butterfly, que fazem parte do mesmo grupo. Para começar bem a parceria, vamos aos lançamentos do mês? :)

Petit

Evoluir é simples, nós é que complicamos

Formato: 14x21cm
Páginas: 184

Sinopse
Dividida em nove capítulos, a obra aborda de maneira bastante singela e objetiva como o ser humano pode... evoluir sem complicar! O autor se apoia em vários textos bíblicos, passagens das obras básicas de Allan Kardec e pensadores em geral, e convida a todos a ter uma postura de reflexão e mudança perante sua existência terrena, sempre com o objetivo de progredir, melhorar e evoluir.

Evoluir é simples, nos é que complicamos é um convite para que estejamos abertos às ocasiões e momentos oportunos que a vida nos oferece, tanto para o plano terreno como para o plano celestial, visto que “passamos por diversas fases, todas necessárias, pois precisamos aproveitar todas as oportunidades para efetivar em nós todas as coisas que já temos e que ainda não descobrimos”, assim nos esclarece de modo muito generoso o autor.



Pescadores de almas

Formato: 16x23cm
Páginas: 304
Sinopse
Em sua estreia muito aguardada na Petit, o relato de Walkiria Kaminski é bastante sensível e emocionante, e nos fala sobre a pintura mediúnica, esclarecendo como esse trabalho pode ajudar encarnados e os que já desencarnaram em sua adaptação no mundo espiritual. Vamos acompanhar como, ao utilizar a arte como terapia, ela pode se transformar em uma poderosa ferramenta de auxílio. 

Pescadores de almas é, antes de mais nada, um relato corajoso e surpreendente da vida e da obra da médium psicopictográfica Walkiria Kaminski, que iniciou o movimento Arte Cura no Brasil. “Quanto à questão de as obras estarem ou não dentro dos princípios estéticos e dos padrões de beleza, é preciso que compreendas que a beleza tem muitas faces. Em nosso caso, aquilo que se pode considerar como feio ou sem sentido é de uma grande conquista para os sofredores, sejam eles encarnados ou desencarnados. A Arte que trazemos conosco é arte curativa” (trecho da obra; transcrição do mentor espiritual da autora).

Petit Editora

O poder da espiritualidade

Novo livro do palestrante William Sanches ensina e desafia o leitor a enfrentar a própria insegurança. O paulista William Sanches sempre admirou pessoas corajosas. Aquelas que não se escondem na multidão para não serem escolhidos, aquelas que mostram a cara e se jogam por completo em tudo. Intrigado com esse “tipo” de pessoa ele passou a estudar sobre o tema. E na busca pela resposta, ele chegou a seguinte reflexão: a coragem não é ausência do medo e sim o enfrentamento dele.

Inspirado pelo assunto, William Sanches traz O poder da Espiritualidade, um livro para todas as pessoas, afinal, como o próprio autor afirma, todo mundo é corajoso, mas tem gente que ainda não descobriu isso. Publicação da Petit Editora, a obra é repleta de orientações e conselhos de Sanches que é um consagrado professor e mestre quando se trata de espiritualidade. William é famoso por ajudar pessoas que estão passando por dificuldades e até doenças. Ele realiza palestras pelo Brasil inteiro e seu público já passou a marca de 500 mil pessoas.



Quando o amor e o destino se encontram

Sinopse

Numa trama amorosa, onde o amor de posse se registra de uma encarnação à outra, Violeta arquiteta um plano para eliminar a neta e Sofia, a babá, para obter o que deseja. Um enredo dinâmico e repleto de ensinamentos, que prenderá o leitor para descobrir sobre os misteriosos sonhos da babá, que unem o passado e o presente dos membros de seu ciclo afetivo em um desfecho emocionante!









O segredo de Indie

Autor: Tara Taylor & Lorna Schultz Nicholson

O Segredo de Indie conta a história de uma garota aparentemente comum: ela frequenta a escola, tem um grupo de amigas, toca guitarra e é apaixonada pelo novo garoto que acabou de chegar ao colégio. Porém... ela tem algo diferente.

Desde criança, Indie vê e sente coisas que ninguém mais vê ou percebe: são espíritos e visões sobre seus amigos e sua família. Ela sabe o que vai acontecer com eles e não tem como evitar tais eventos. Lutando desesperadamente contra esse dom, o esconde de todos, com a esperança de que um dia ele desapareça. Afinal, como toda garota de sua idade, Indie tem um mundo de descobertas pela frente e quer viver exatamente como qualquer pessoa “normal”. Mas será que esse é o seu caminho?

Deixe-se envolver por estas páginas para desvendar os mistérios e os segredos de uma garota comum...

Trilogia Sevenwaters – Juliet Marillier

Filha da floresta

O domínio de Sevenwaters é um lugar remoto, estranho, guardado e preservado por homens silenciosos e criaturas encantadas, além dos sábios druidas, que deslizam pelos bosques vestidos com seus longos mantos. 

Passada no crepúsculo celta da velha Irlanda, quando o mito era lei e a magia uma força da natureza, esta é a história de Sorcha, a sétima filha de um sétimo filho, o soturno Lorde Colum, e dos seus seis amados irmãos, vítimas de uma terrível maldição que somente Sorcha é capaz de quebrar. Em sua difícil tarefa, imposta pelos Seres da Floresta, a jovem se vê dividida entre o dever, que significa a quebra do encantamento que aprisiona seus irmãos, e um amor cada vez mais forte, e proibido, pelo guerreiro que lhe prometeu proteção.

Filho das Sombras

Filho das Sombras narra a história da jovem Liadan, que, tal como a sua mãe, Sorcha, herdou a habilidade de falar com os espíritos da floresta, os quais lhe segredam que ela deve permanecer, para sempre, em Sevenwaters, se quiser que as ilhas Sagradas sejam retomadas dos bretões. 

A Irlanda está numa avassaladora guerra, onde um misterioso homem é temido e reconhecido como um mercenário feroz. E, assim como sua mãe no passado, ela acaba por ser capturada e sente-se cada vez mais atraída pelo ser das sombras, apesar de saber da maldição da profecia que Seres da Floresta lhe preveniram.


Filha da Profecia

Fainne é criada pelo pai, Ciarán, em uma terra distante. Mas ao se tornar adolescente é visitada pela avó, a malévola feiticeira Lady Oonagh, que a obriga a embarcar em uma terrível missão: infiltrar-se na família, em Sevenwaters, e impedir que seu tio Sean e seus aliados reconquistem as Ilhas sagradas, invadidas há gerações pelos escandinavos. Educada pelo pai usando seus dons de magia para o bem, ela agora se vê forçada a usar de artimanhas e maldade para atingir os objetivos de vingança de sua avó.

A grande batalha de Sevenwaters e o destino da humanidade estão agora em suas mãos.





domingo, 3 de maio de 2015

Resenha #64 - Fingindo

Postado por Diarios De Leitura - domingo, maio 03, 2015 - com 22 comentários
Olá, pessoas lindas! Esse foi mais um livro que recebi em parceria com a editora Novo Conceito no mês de março, já li há um tempinho, mas só agora tive inspiração pra resenhá-lo. Vamos lá!

Ficha Técnica

Título: Fingindo
Título Original: Faking it
Autora: Cora Carmack
Editora: Novo Conceito
Páginas: 336
Ano: 2015



Resenha

Fingindo é o segundo livro de uma trilogia que não precisa necessariamente ser lida na ordem porque não é continuação direta. Eu não li o primeiro livro, Perdendo-me, mas acompanhei super bem a história.
Cade está se recuperando de sua paixonite com Bliss que não deu certo, tenta seguir em frente com o mestrado em artes, mas as coisas não estão indo muito bem, são raras as oportunidades que ele tem subir no palco. Até conhecer Mackenzie.

Os pais de Mackenzie, ou Max, como prefere ser chamada, estão na cidade. E toda vez que eles aparecem é a mesma coisa, ela precisa fingir ser algo que não é para agradá-los, já que eles bancam suas contas. É sempre um ritual, tirar os piercings, pintar o cabelo de uma cor "normal", e usar roupas que escondam todas as suas tatuagens. Além de tudo, eles querem que Max arrume um namorado "playboyzinho", desses que fazem faculdades de medicina e são certinhos, bem diferente de Mace, o cara com quem está saindo.

Mackenzie chega na cafeteria onde marcou de encontrar seus pais e vê um cara sozinho numa mesa, com boa aparência, do jeito que seus pais aprovariam. Então ela tem a louca ideia de pedir para ele fingir ser seu namorado naquele momento. E Cade topa!

Só que as coisas vão bem demais e eles acabam mantendo o relacionamento de mentirinha para agradar aos pais de Max, mas nenhum dos dois está incomodado com isso. A química e tensão entre eles é muito forte, e os diálogos são sensacionais. Um adora provocar o outro com sarcasmo, e eu como boa amante de sarcasmo, adorei. Mas Max ainda está saindo com Mace, então ela terá que decidir o que fazer com relação aos sentimentos que começam a aparecer por Cade.

A narrativa é SUPER fluida, sério, uma das mais fluidas que já li. Terminei o livro em poucas horas, adorei os diálogos bem construídos e com sarcasmo na medida certa. O final é um pouco previsível, mas acompanhar a evolução dos personagens, a superação de seus medos, é muito bacana. Ri muito com os diálogos, fiquei aflita com os personagens, com medo, senti todas as emoções junto com eles. A edição está linda, como sempre a Novo Conceito arrasou. Não costumo gostar de capas com foto, mas essa é uma exceção, é lindíssima. Espero ter a oportunidade de ler mais livros da Cora Carmack e se você gosta de uma boa leitura para o domingo, super recomento Fingindo.

Beijinhos e até a próxima!






Lançamentos de Abril - Grupo Editorial Pensamento

Postado por Diarios De Leitura - domingo, maio 03, 2015 - com 0 comentários
Oi, pessoas bonitas!
Hoje vamos falar dos lançamentos de abril do Grupo Editorial Pensamento. Esse post está meio atrasado porque a editora me mandou os lançamentos somente no finalzinho de abril, mas vamos lá!

#Girlboss

A inspradora história de Sophia Amoruso, a executiva que iniciou sua carreira vendendo peças de roupas usadas no Ebay e se tornou CEO do site Nasty Gal, avaliado em 100 milhões de dólares.

Sophia Amoruso passou a adolescência viajando de carona, furtando em lojas e revirando caçambas de lixo. Aos 22 anos ela havia se conformado em ter um emprego, mas ainda estava sem grana, sem rumo e fazendo um trabalho medíocre que assumiu por causa do seguro saúde. Foi aí que Sophia decidiu começar a vender roupas de brechó no eBay. Oito anos depois, ela é a fundadora, CEO e diretora criativa da Nasty Gal, uma loja virtual de mais de 100 milhões de dólares, com mais de 350 funcionários. Além da história de Sophia, o livro cobre vários outros assuntos e prova que ser bem-sucedido não tem nada a ver com popularidade; o sucesso tem mais a ver com confiar nos seus instintos e seguir a sua intuição. Uma história inspiradora para qualquer pessoa em busca do seu próprio caminho para o sucesso.


Só o amor pode curar

Bia é uma professora de literatura que estende seu amor pelos livros ao trabalho voluntário que faz no hospital onde o irmão é médico, lendo trechos de obras literárias clássicas para os pacientes. Casada com Rodrigo, ela leva uma vida tranquila, ainda que afetivamente incompleta. Após um grave acidente na serra de Petrópolis, Bia adquire o dom de enxergar a aura das pessoas. De uma forma inesperada, ela conhece Léo, um jovem estudante com uma aura brilhante e o mesmo gosto por livros antigos, que faz seu coração bater mais forte e ambos sentem como se já se conhecessem há séculos. A relação de amizade entre eles acaba se tormamdo um amor arrebatador. Impedidos de viver esse amor, Bia e Léo vão ter que enfrentar muitos dilemas até que o destino lhes dá duas opções: cada um seguir o seu caminho ou atender ao apelo da alma e do desejo e viver plenamente esse grande amor.

A Torre Partida

Neste segundo volume da Saga da Terra Conquistada, Mira, Holt, Zoey e Max embarcam numa jornada épica em busca da Torre Partida - um marco famoso e sombrio no meio do cenário mais perigoso do mundo: as Terras Estranhas. Os poderes de Zoey despertam, mas quem ela é continua sendo um mistério. Tudo o que ela sabe é que precisa chegar à Torre Partida. Os alienígenas, chamados pelos sobreviventes de Confederados, perseguem Zoey, e entre eles um novo grupo cujas intenções parecem diferir das dos demais. Para tornar tudo pior, o Bando - grupo que persegue Holt - também está nas Terras Estranhas, liderado por uma bela e ameaçadora pirata chamada Ravan. Assim como o primeiro amor de Mira, Bejamin Aubertine, cuja ambição desmedida para chegar à misteriosa Torre pode levqar todos à morte. E há também as próprias Terras Estranhas, que inexplicavelmente começam a se expandir, tornando-se ainda mais poderosas e mortais. De alguma forma, tudo parece ligado à Zoey, e quanto mais perto da Torre, mais enfraquecida ela parece ficar.

Tantra - O Caminho da Aceitação

O Tantra diz que todo mundo nasceu bom, que a bondade faz parte da sua natureza e que devemos aceitar tudo o que somos. Para um crescimento natural, a única coisa que falta é você ficar centrado em si mesmo. Osho leva você a compreender que a transformação acontece quando você aceita o seu ser total. Então, de repente, tudo se encaixa, acha o seu lugar. sem que você tente amputar qualquer coisa do seu ser, todo o seu ser se reorganiza.