segunda-feira, 24 de fevereiro de 2014

Resenha #38 - O Lado Bom da Vida

Postado por Diarios De Leitura - segunda-feira, fevereiro 24, 2014 - com 25 comentários
Título: O Lado Bom da Vida 
Título Original: The Silver Linings Playbook 
Autor: Matthew Quick 
Páginas: 256 
Ano: 2013 
Editora: Intrínseca 

Resenha
O Lado Bom da Vida conta a história de Pat, um homem com seus 30 e tantos anos, que ficou internado numa clínica psiquiátrica (o lugar ruim, como ele costuma chamar) por um tempo e agora voltou para a casa dos pais. Ele está um pouco perdido no tempo, por causa dos remédios fortes que foi obrigado a tomar e também não se lembra do motivo de estar internado. Ele só sabe que sua esposa, Nikki, pediu para que ficassem um tempo separados. Pat então começa um projeto para ser um marido melhor, ignorando quando todo mundo, amigos, família, tentam fazer com que ele esqueça a Nikki, seu único foco é estar em forma física e mentalmente para quando o "tempo separados" acabar. 

É nessa confusão que ele conhece Tiffany, uma mulher muito bonita e viúva. No começo, Pat não quer ser amigo dela porque acha que Nikki poderia ver isso com maus olhos, mas Tiffany insiste tanto que ele acaba cedendo. Começa então uma amizade entre duas pessoas com mentes abaladas e que tentam se dar bem, cada um à sua maneira. Muitas coisas acontecem ao decorrer disso, ainda tem muita água para cair.

Falando um pouco da trama paralela, o pai de Pat acha que não é uma boa ideia ele estar em casa, por isso não dirige a palavra ao filho nenhuma vez, a não ser nos jogos dos Eagles. Esse livro fala MUITO de futebol americano, já que a família do Pat é torcedora fanática, principalmente seu pai. Vi muita gente reclamando sobre ter futebol demais, mas sinceramente achei que foi bem interessante, até porque é um livro narrado por um personagem masculino e muitos homens gostam desse esporte.

Pat tem uma personalidade mais infantil por causa de seus transtornos mentais e isso é uma coisa que me irritou um pouco. Ele se recusava a acreditar que havia algo errado entre ele e a Nikki, também se recusava a aceitar que passou mais tempo na clínica do que imaginava. E essa teimosia me deu vontade de dar uns tapas nele pra acordá-lo. Pensando por outro lado, quem nunca foi até o fim com uma ideia mesmo quando todos diziam que não era boa? Outra coisa muito interessante no personagem é que ele é muito positivo. Sempre tenta ver o lado bom das coisas e isso nos faz refletir e ver que tudo tem um lado bom.

A narrativa flui rápido, o livro é narrado em primeira pessoa e é uma leitura fácil. Algumas pessoas acham a escrita do Mattew meio lenta e repetitiva, mas o personagem que conta a história tem problemas mentais, não poderia ser diferente. Além do mais, de forma alguma isso atrapalha a leitura. Às vezes pode ser que irrite um pouco, mas não é nada demais. 

Para finalizar, leiam o livro primeiro e depois assistam o filme. Vocês vão ver que a história é a mesma, mas a ordem dos acontecimentos é invertida em algumas vezes, mas ainda assim a adaptação foi incrível, principalmente a atuação da Jennifer Lawrence.

Um beijo!



Categorias: ,

25 comentários:

  1. Adoro o livro e o filme, muuuuito bom, apesar de ter esperado mais do livro :c

    Beijos.
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Eu tive a iniciativa de ler este livro depois que vi o filme. Não me decepcionei em nenhum momento. É uma história tão alegre e ao mesmo tempo dramática e frustrante.

    ResponderExcluir
  3. Oi Rayssa!
    Gostei bastante do livro e tb gostei mtoo do filme.
    Naturalmente a adaptação para o cinema precisa de ajustes no roteiro mas eu gostei, talvez pq minhas expectativas não estivessem lá nas alturas rs
    Jennifer Lawrence mandou super bem e merecidamente levou o Oscar ;)
    Bjs

    ResponderExcluir
  4. Um de meus favoritos , eu estava louca para ler , e ganhei de presente de niver .. Amei :)

    ResponderExcluir
  5. Oiee...
    Aaaaa vc também não...
    serio mesmo vou ler essa semana ainda esse livro, porque todos que eu conheço já leram menos eu çç
    estou muito curiosa para saber o que acontece nesse livro HAHAHAHAHAHAHAH

    Beijos da Di
    Parte de Minha História
    Twitter
    Instagram

    ResponderExcluir
  6. Oi, Rayssa! Como vai?
    Quando assisto a "O Lado Bom da Vida", amei - a Jenn mereceu o Oscar pela atuação. Disseram-me que o livro é totalmente diferente do filme, então fiquei me perguntando como seria ler. Comprei o livro, apenas não o li ainda. Já entendo quando a escrita em primeira pessoa é estranha e a personagem tem problemas e coisas assim, e acho que envolve bem mais o leitor na história. Pense só: Pessoa X narra o livro de uma forma comum e descobrimos que essa sofre de, sei lá, autismo. Não faz sentido. Ai, quero muito ler, entretanto os estudos não deixam D:
    P.S. Odiei, do fundo do meu coração, a Nikki no filme.
    Beijos,
    Karol.
    http://heykarol.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Rayssa, tá todo mundo lendo esse livro, só falta eu. Chega desse isolamento. Mas minha lista de leitura não permite isso. Mas vou seguir o conselho de só assistir ao filme depois. Adorei as descrições dos personagens.
    Beijos.
    http://leituraassidua.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Li o livro recentemente e agora estou ansiosa para assistir ao filme!
    Achei a construção do personagem de Pat, no livro, muito interessante. Todo o tempo tinha a sensação de que era narrado por uma criança, dada a infantilidade de muito dos pensamentos dele.

    Adorei a resenha!

    Beijos,
    http://patriciapinheirotextos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Oi!!

    Eu comecei a assistir o filme e não consegui terminar. Mas agora só vou assistir depois do livro haha.

    Beijinhos
    http://resenhaeoutrascoisas.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. Oi Rayssa!

    Acredita que não li o livro e nem vi o filme? Mesmo com esse sucesso todo, não me sinto atraída pela história. Embora o enredo do Matthew tenha feito um filme concorrente no Oscar, né? Mas sei lá, antigamente eu estava curiosa para ler, mas agora perdi a vontade, embora que a leitura seja fácil e a narrativa agradável.

    Beijos,
    biblioteca-de-resenhas.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  11. Menina!!! Tanto amei o filme (a qual assisti primeiro rsrs) quanto a leitura do livro... É evidente que os dois são super diferentes um do outro, mas não me apego a estas diferenças e sim a essência da história. Linda história :D, não tem como vc não se envolver com cada personagem ^^

    Beijos
    Ariana Silva
    ariabooks.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  12. Ainda não li o livro, mas está na minha meta para este ano. Já assisti ao filme e adorei!
    Ótima resenha!
    Beijos

    Li
    literalizandosonhos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  13. Um dos meus livros FAVORITOS e o xodó da minha estante!
    Adoooooro essa história, adoro o Pat, adoro o autor, adoro o filme (assisti antes de ler o livro) e posso dizer que sou defensora do Pat, muita gente fala mal do personagem e eu sempre defendo ele, um dos personagens mais bem construídos que tive o prazer de conhecer!
    A atuação da Jennifer foi brilhante mesmo!
    Adorei o blog.
    Beijos,
    Gaby.
    http://umaleitoravoraz.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. eu queria muito ler o livro, mas cai na besteira de ver o filme primeiro :/ e nao gostei dele kkkkkkkkkkk, mas vou criar coragem e ler o livro, pq livros sempre sao melhores q os filmes!! amo a Jenn e o Bradley.. e por isso assisti o filme antes do livro :/

    ResponderExcluir
  15. Como eu ainda não li nenhum livro do Mattew eu não conheço a sua escrita.
    Ainda não assisti ao filme também, mas vou seguir o seu conselho e lerei primeiro o livro para depois assistir ao filme.
    Beeijos!

    ResponderExcluir
  16. Amo esse livro, já li, não tenho ele ainda, mas vou comprar! *-*
    O filme não chega nem aos pés do livro.

    ResponderExcluir
  17. Oi Ray!
    Eu amei tanto esse livro que o li em três horas. kkkk
    Pat se tornou um dos meus personagens literários favoritos!
    O quê de loucura e infantilidade na medida certa fizeram dele um personagem incrível. Hilário.
    E a obsessão contra Kenny G.? Eu não consigo mais ouvir Kenny G. sem lembrar de O Lado Bom da Vida.. kkkk
    Ainda não vi o filme, tô doida pra ver a Jen em ação! :)

    Beijos ;*
    Mari Siqueira
    http://loveloversblog.blogspot.com

    ResponderExcluir
  18. Hey Ray!

    Esse livro é mais um dos meus que está parado na enorme pilha da vergonha de livros não lidos. São aqueles livros que eu acumulo e não tenho a mínima previsão de quando irei lê-los. E também não vi o filme, o que é bom por um lado. A sua resenha me deixou mais animada para ler, minhas amigas não gostaram muito do livro e adoraram o filme. Mas ainda não é um dos meus primeiros e mais urgentes. Parabéns pela resenha. Adorei o blog!!! E adorei saber também que você mora a apenas algumas cidades de distância. Se vier passear por Campinas me avise. HaHaHa aquelas né? Mas é sério!! HAHAHAHAHA

    Beijos :*
    Rob
    http://estantedarob.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  19. Olá!
    Eu AMEI esse livro!
    Me surpreendi bastante com ele!
    Adorei a sua resenha!
    Obrigada pela visita!
    Beijão

    Jordana
    http://addictionforbooks.blogspot.com

    ResponderExcluir
  20. Oi Oi Rayssa :D
    Cara, depois que eu vi o filme, eu fiquei louca pra ler o livro.
    O filme realmente ficou incrível, a ponto de eu ter medo de ler o livro e achar ruim.
    (como aconteceu comigo em Um Amor Para Recordar)
    Entretanto, a tua resenha me animou bastante a ler e poder traçar um comparativo entre a adaptação e o livro.
    Curti tua resenha, tá bem clara e bem escrita ;D

    Beijoux | http://agarotadalivrariia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  21. Olá Rayssa!
    Ainda não li o livro, mas assisti ao filme baseado no mesmo e apesar de não ser meu estilo de filme favorito, pois eu achava que era mais comédia romântica e apesar de ter tais elementos, era um filme mais voltado ao drama e eu gostei. Gostei muito da forma como Tiffany ajudou Pat a superar seus problemas principalmente com a obsessão que ele tinha por Nikki, além de mostrar um lado que poucas pessoas conhecem sobre quem sofre de transtorno bipolar! Quanto ao lance do futebol americano, acho que esse era o elo que de alguma forma unia a família de Pat, Robert de Niro como sempre estava impecavel interpretando o pai de Pat, com certeza é um filme que recomendo, me resta agora conhecer o livro!

    Abração

    Claudinei Barbosa
    http://resenhandoecontando.blogspot.com

    ResponderExcluir
  22. Estou querendo tentar lê-lo de novo, tentei uma vez, mas não gostei muito.
    Mas a sua resenha está ótima, parabéns. ;)

    ResponderExcluir
  23. Eu assisti o filme primeiro o que me deixou confusa quando fui ler, mas eu consegui. E sou apaixonada por esse livro.
    Adoro o jeitinho psicopata do Pat =]

    http://rotinadafelicidade.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  24. Eu tenho o livro, mas ainda não li. Com sua resenha agora me sinto instigado a lê-lo!!
    Muito boa resenha, muito bom o blog!
    http://cantinhos2livros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  25. Oi, tudo bem? Então, li esse livro no ano passado e nossa. Gostei muito. Pelo fato do protagonista ter problemas e tudo mais a achei que o contexto ficou ainda mais contagiante e interessante. Ainda não vi o filme, mas espero que seja tão bom quanto o livro.

    Beijos,
    Juan Silva - http://asasliterarias.com/

    ResponderExcluir