quinta-feira, 7 de agosto de 2014

Resenha #54 - O Espadachim de Carvão

Postado por Diarios De Leitura - quinta-feira, agosto 07, 2014 - com 21 comentários
Ficha Técnica

Título: O Espadachim de Carvão
Autor: Affonso Solano
Editora: Fantasy - Casa da Palavra
Ano: 2013
ISBN: 9788577343348
Páginas: 256

Resenha

Somos introduzidos na trama que é contada em um "pós-início" dos acontecimentos, Adapak está sendo perseguido por criaturas assassinas e uma grande quantidade de informação é apresentada ao leitor somente no primeiro capítulo do livro. Observamos o comportamento do personagem, suas habilidades, pontos de vista, criaturas desconhecidas e diferentes informações para mostrar que sabemos apenas o que ele sabe, característica de narrativa em primeira pessoa, Adapak é tão novo neste mundo quanto nós.


Conforme seguimos com a narrativa, além de explorarmos mais o mundo de Kurgala com Adapak, "flashbacks" nos mostram um pouco mais sobre como foi a vida do personagem antes dos acontecimentos. Descobrimos de Adapak é filho de um dos 4 deuses de Kurgala, que toda sua vida ele passou em uma ilha em que seu pai mora, todo o conhecimento do mundo exterior veio de livros de aventuras e que sua fuga se iniciou com a invasão dos assassinos ao seu refúgio.



A narrativa do livro é aconchegante e convida o leitor a explorar mais as diversas criações que são apresentadas. O interessante deste novo mundo é a preocupação do autor de fazer uma adaptação de quase tudo, por exemplo temos medidas que são referências a animais existentes. Toda a arquitetura, os ambientes e os personagens em minha mente saiu como se Mike Mignola tive-se criado o universo de "The Last Airbender". Grandes construções em um mundo que lembra muito uma cultura mais asiática e uma mitologia muito ao meu ver é a melhor maneira de descrever esse universo criado por Solano. 




Os personagens possuem uma evolução clara em suas personalidades, com um foco maior em Adapak, alguns personagens secundários da trama não possuem essa evolução, porém, em outros o enredo se encarrega de fazer reviravoltas e suas verdadeiras intenções são apresentadas de maneiras muito interessantes.


Por se tratar da primeira publicação do autor, ele se saiu muito bem, a leitura do livro é bem rápida e dinâmica. Alguns elementos são "cansativos", algumas descrições mais elaboradas, como as lembranças de Adapak, mas é um processo de construção do personagem, cada elemento apresentado é bem encaixado na trama e sua menção ou significado engrandecem a obra. 



O livro é uma boa obra de literatura nacional, sua leitura é valida, possui poucas páginas e nos deixa instigados para futuras leituras relacionadas ao mundo de Kurgala. 







Categorias: ,

21 comentários:

  1. Parece um livro bem incomum, não só pelo enredo, como também pela forma como você me descreveu os cenários e personagens. Gosto muito quando o autor se dá a esse trabalho tão cuidadoso. :3

    Essa é a minha primeira vez aqui no seu blog, estou seguindo! ;) Se quiser conhecer o meu, será muito bem vindo.

    Beijos, Larissa <3
    Vitamina de Pimenta

    ResponderExcluir
  2. Que legal! Ainda não tinha conhecido o livro, mas fiquei bem curiosa mesmo e ainda é literatura nacional! Antes eu tinha um certo preconceito com literatura nacional, mas desde que criei o blog tenho conhecido livros incríveis, esses novos talentos que estão surgindo tem me impressionado muitíssimo. Espero poder ler logo!
    Gostei muito do seu blog, seguido e curtido!
    Abraços,
    Scar. - My Little Wonderland

    ResponderExcluir
  3. Oi, Ricardo. Infelizmente eu não curti muito, mas acho que isso tem a ver comigo, porque não sou leitora de fantasia, então todos aqueles seres e mundos me deixaram meio confusa. Tenho ouvido opiniões divididas, uns amando e outros não recomendando. Vc ficou num meio-termo, definindo bem os motivos por que não gostou. Parabéns!
    Beijinhos!
    Giulia - Prazer, me chamo Livro

    ResponderExcluir
  4. Não sou amante de fantasia, ficou perdida com a quantidade de informações, nomes, raças, etc, assim não pretendo ler o livro, mas gostei de como você transmitiu suas impressões, de uma maneira sucinta.
    Beijos
    Blog: Porão da Liesel
    Página no Facebook

    ResponderExcluir
  5. Oi, Ricardo eu adorei O Espadachim de Carvão, me senti dentro de um mundo de game rico e cheio de ação, consegui criar um visual bem legal enquanto lia!
    Beijos.

    ResponderExcluir
  6. Fiquei impressionada por ser uma leitura nacional, parece ser algo tão bom! E isso me deixa muito feliz, porque mostra que os livros nacionais estão melhorando cada vez mais, destruindo aquela ideia de que o que é brasileiro é ruim, e vindo da cultura é ainda mais perfeito. Não sou muito fã desse tipo de história, mas você fez uma ótima resenha *-* beijos <3
    www.adolescentedefases.com

    ResponderExcluir
  7. Esse livro me atraiu desde o lançamento, mas ainda não consegui ter o meu. Achei interessante essa questão de já começar a todo vapor e depois ir revelando o passado do personagem através de flashbacks. Mesmo você tendo achado alguns elementos cansativos, acho que vou curtir a leitura!

    Beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
  8. Ricardo,
    Este livro, definitivamente não é pra mim. Não gostei da capa nem da sinopse.
    Gosto de fantasia, mas não de tudo!
    Achei legal o livro iniciar com tanto fervor, isso estimula o leitor a querer saber mais e não largar o livro! Muito importante!
    Dessa vez eu passo sua dica!
    Beijos
    Chrys Audi
    Blog Todas as coisas do meu mundo

    ResponderExcluir
  9. O livro parece ser bem bacana, mas não fiquei muito interessada, esse gênero não é um dos meus favoritos e eu não sei se me arriscaria a ler, mesmo achando muito importante ler nacionais, por enquanto não lerei esse, talvez mais para a frente eu venha a me interessar por ele.

    Beijos :*

    ResponderExcluir
  10. Oi, Ricardo!
    Eu sou aquele fã 'poser' de fantasia. Não é todo livro do gênero que me atrai e esse, infelizmente não me atraiu. O Espadachim de Carvão parece ser muito fantástico e eu não fiquei curioso pelo mundo de Kurgala.
    mas é ótimo ver os escritores nacionais lançando livros e sendo elogiados. É maravilhoso ver nossa literatura sendo divulgada e aclamada :D

    Abraço
    Adriano
    GeraçãoLeitura.com

    ResponderExcluir
  11. Ricardo como fã de fantasia adorei a resenha , ainda não conhecia o autor e sua obra, vou pesquisar mais para ler . Gostei das ilustrações . Parabéns por divulgar nossos autores nacionais que a cada dia se destacam mais . abraços

    ResponderExcluir
  12. Oi Ricardo ! Não conhecia esse livro, mas gostei muito da premissa dele.... como fã de fantasia eu gostei de conhecer esse livro. A capa do livro é muito bonita e gostei de saber que a leitura do livro é rápida.

    Beijos,
    www.leitorasempre.com

    ResponderExcluir
  13. Oi Ricardo!
    Eu já conhecia a obra, apesar que não li ainda, conheço o autor do programa MRG que eu adoro!
    Parabéns pela resenha, adoro fantasia e gostei demais das ilustrações!
    Beijos
    Paulinha Juliana
    http://overdoselite.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Oi Ricardo, não sabia que essa era uma obra Nacional!
    Apesar de gostar de fantasia, não curti muito a proposta e nem as características da história. Nem a sua resenha conseguiu me convencer rs.

    Beeijos, Dreeh.
    Blog Mais que Livros

    ResponderExcluir
  15. Eu não costumo fazer a leitura desse estilo de livros, mas fiquei bem impressionada por ele ser nacional e talvez isso tenha desencadeado certo interesse em ler ele. É bom ver livros assim aqui no nosso país. Vou anotar pra ler qualquer dia desses. Beijos!

    ResponderExcluir
  16. Não conhecia o livro, achei a resenha do livro mega interessante, mas são raros os livros de Fantasia que leio, e esse não estará na lista. Parabéns pela resenha!

    Beijoooos!
    Vivendo em Livros

    ResponderExcluir
  17. Oi Ricardo, tudo bem???
    Gostei da criatividade do autor, nunca li nada parecido com a cultura asiática em um enredo de fantasia antes. Adoro mitologia, então, acho que esse livro vai me conquistar. O autor começou bem ao dar emoção desde o início!!!!!!!
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Olá Ricardo!
    Esse é um tipo de leitura que não gosto. Pela resenha não consegui entender muita coisa. Isso me deixou muito confusa em relação ao livro. Pra quem gosta de uma fantasia, deve ser bom.
    Beijinhos!
    http://eraumavezolivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  19. Oi Ricardo,
    Um livro que foge um pouco do que estou sempre acostumada a ler, mas o cuidado que o autor teve com cada detalhe me conquistou, gosto quando o livro é recheado de tantos detalhes que nos deixa imaginar cada situação.
    Beijos Mari - Stories And Advice

    ResponderExcluir
  20. Ah meu Deus adorei esse livro, preciso dele, adoro esse gênero. Só não entendi se é em quadrinhos ou é livro mesmo, de qualquer forma, com certeza entrou pra minha listinha :)

    Abraços!
    http://pipocaradioativa.com.br/

    ResponderExcluir
  21. Oi Ricardo,

    não conhecia o livro nem o autor, mas gostei do livro. Adorei sua resenha, pois gosto muito de livros de fantasia, saber que o autor preferiu uma mitologia asiática é bem legal, que foge do esteriótipo europeu (espero que os personagens também tenham ganhado traços diferentes).

    Beijos,

    Priscila Yume
    http://yumeeoslivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir