domingo, 10 de agosto de 2014

45 ANOS DE UM PESADELO AMERICANO

Postado por Diarios De Leitura - domingo, agosto 10, 2014 - com 20 comentários
 CRIME SCENE é a divisão criminal da DARKSIDE® BOOKS para entender a mente dos assassinos mais temidos e cruéis de todos os tempos. Histórias reais, assassinos reais, de uma maneira que você nunca viu, estudados com profundidade, rigor científico e conhecimento psicológico.

45 ANOS DE UM PESADELO AMERICANO EM OUTUBRO NAS LIVRARIAS

Manson, a biografia
por Jeff Guinn

Ele acreditava ser o escolhido, o filho do cara, mas se contentaria em ser um superstar. Acabou por ser o porta-voz de um pesadelo americano do qual ainda não despertamos.

“Manson não é simplesmente uma biografia de um assassino e um líder de culto. É uma história da cultura norte-americana da Grande Depressão ao final do século XX. [...] um estudo fascinante da ambição, avareza, mesquinharia, controle da mente, celebrifilia (um desejo intenso e patólogico para se relacionar com uma celebridade), sexo, narcóticos, racismo e abuso de poder. Ninguém contou a história de forma tão precisa quanto Jeff Guinn. É a história dos ex-presidentes Richard Nixon e Lyndon Johnson, de Martin Luther King, do Vietnã, do movimento ativista estudantil da nova esquerda Students for a Democratic Society, dos Panteras Negras, da cultura lisérgica e de uma nação em processo de degradação. Esta é uma viagem espetacular.”

James Lee Burke, renomado autor de livros policiais, vencedor por duas vezes do Prêmio Edgar Allan Poe

“Impressionante. [...] O livro de Vincent Bugliosi, Helter Skelter, me levou a crer que não havia mais nada a aprender. [...] Eu estava errada. [...] [Manson] se sustenta como um trabalho definitivo: importante para estudantes de criminologia, psicopatologia e sociopatologia, além daqueles interessados no comportamento humano, na cultura pop e na música, que te prende até a última página.”

 Ann Rule, The New York Times Book Review

Ele só queria ser um Superstar

Sexo, drogas e rock ‘n’ roll. Crimes, estupros e assassinatos. Charles Manson fez de sua história a trilha sonora do fim do mundo. A metáfora favorita da América para o lado negro dá década de 1960, Manson foi o cabeludo que matou o sonho de Woodstock e o retrato perfeito de como toda aquela filosofia da geração paz e amor não funcionou. 
Psicopata, vigarista, racista e cafetão. Olhos em chamas, barba por fazer, cabelos des-penteados e uma suástica tatuada na testa. A diabólica imagem de Charles Manson está gravada no inconsciente popular e é reconhecidamente assustadora. Após quatro décadas dos seus terríveis atos, os assassinatos orquestrados por ele continuam a exercer um mórbido fascínio. Dezenas de livros já foram escritos sobre Manson nesses mais de quarenta anos, e agora uma meticulosa pesquisa desenvolvida pelo biógrafo Jeff Guinn surge como o guia definitivo do homem que entrou para a história como sinônimo do mal.

Manson, a Biografia consegue, contra todas as possibilidades, oferecer uma visão fresca e um complemento digno e, porque não, acima do até então melhor livro sobre o caso: Helter Skelter, de Vincent Bugliosi. Resultado de dois anos de pesquisas, o livro de Guinn oferece uma nova visão para aqueles que vivenciaram a turbulenta era de paz & amor assim como o contexto necessário para as gerações que vieram depois. Ler o livro é como vivenciar aquela época. Guinn consegue transportar o leitor para os dias de ira e caos, sexo e drogas, rock ‘n’ roll e celebridades, costurando o homem em seu ambiente, um ambiente perfeito e catastrófico, que forneceu todas as respostas que uma mente doentia como a de Manson ansiava em encontrar. O que emerge é um retrato sombrio, mas alta-
mente convincente, de um “eterno predador social” que era “sempre o homem errado no lugar certo e na hora certa”. Prova disso é que em sua caçada desenfreada para ser tornar um superstar maior que os Beatles, Manson usou de seu discurso incendiário – que misturava caos, fanatismo religioso, cientologia e letras de músicas do Fab Four – para criar uma atmosfera magnética capaz de atrair aqueles que ele poderia usar para se tornar uma estrela. Dennis Wilson, baterista dos Beach Boys, foi um dos que caiu na armadilha.

A biografia não é apenas a história do mal personificado, mas uma prova definitiva de que o mito da América dourada, hippie, livre e eterna enquanto durou foi apenas uma ilusão. Ilusão cujo significado dependia de quem a via: para os hippies, tranquila e orgástica; para o The Mamas & The Papas, um sonho californiano; para os Beatles, chapada como Lucy in the Sky; para os conservadores, suja e nojenta; para os estudantes protestantes, mentirosa e tirana. Ou ela poderia ser apocalíptica, sombria, e sangrenta, como a América dourada de Charles Manson.
oaprendizverde.com.br


O Autor:
Jeff Guinn, premiado jornalista investigativo, é autor de dezenas de livros de ficção e nãoficação, muitos deles best-sellers, incluindo Go Down Together: The True Untold Story of Bonnie and Clyde (2010), que conta a história do casal de assaltantes e assassinos que aterrorizaram a América durante a Grande Depressão, no começo dos anos 1930; The Last Gunfight: The Real Story of the Shootout at the O.K. Corral and How It Changed the West (2012), sobre o famoso tiroteio em Tombstone, Arizona, em 1881, que definiu como as futuras gerações perceberiam o Velho Oeste e transformou figuras como Wyatt Earp, Doc Holliday, e os irmãos Clanton em lendas; e Glorious(2014), romance histórico ambientado no Velho Oeste, em 1872. Manson, a Biografia foi eleito um dos grandes livros do ano pelo New York Times Book Review; o melhor livro do mês em agosto de 2013 pela Amazon; e finalista na categoria Melhor Biografia do Goodreads Choice Awards. Best-seller do New York Times e da Publishers Weekly, revista que cobre o mercado editorial.

“A biografia mais profunda sobre o tema [...] Supreendente do começo ao fim.” 
— Janet Maslin, The New York Times —

“Brilhante. [...] O melhor livro sobre Manson que já li [...] e creio que já tenha lido todos eles.” 
— Jeffrey Deaver, premiado autor do best-seller O Colecionador de Ossos —

“Guinn oferece um novo olhar [...] um retrato amargo e profundamente convincente de um ‘predador social a vida inteira’ que sempre foi ‘o homem errado na hora e no lugar certos’.” 
— Daniel Stashower, The Washington Post —

“Fascinante e assustador, Guinn explora a profundidade da mente atormentada de Charles Manson com um empenho brilhante que eleva drasticamente o padrão das histórias sobre crimes reais.”
 
— Carlton Stowers, vencedor do Prêmio Edgar Allan Poe na categoria Melhor Crime Real por duas vezes —

“Guinn inscreve seu nome como um cronista obstinado e completo de conhecidos criminosos norte-americanos. Manson, a Biografia apresenta material inédito a partir de entrevistas exclusivas.” 
— Doug Childers, Richmond Times-Dispatch —

“Manson é um livro impossível de largar, os detalhes são tão palpáveis que a sensação de fazer parte de cada cena é impressionante. [...] Repleto de esperanças trucidadas e sonhos destruídos daqueles que entregaram suas vidas a um sociopata, Manson é uma tragédia americana." 
— Michael E. Young, Dallas Morning News —

“Às vezes um livro é tão bom que o resenhista não sabe por onde começar. Não acontece com frequência, mas esta é uma dessas vezes. [...] Jeff Guinn produziu não apenas a melhor biografia de Charles Manson, mas o melhor estudo sobre crimes americanos desde A Private Disgrace: Lizzie Borden by Daylight, de Victoria Lincoln.” 
— Florence King, National Review —

“Manson, a Biografia me nocauteou. [...] Guinn tornou-se verdadeiramente um grande escritor de não-ficção dos EUA.” 
— Daniel Woodrell, The Wall Street Journal —

“Guinn pinta um retrato vibrante de uma Califórnia em expansão, sacudida pelos protestos contra a guerra e pelas boas vibrações, escravizada pelo circo da mídia e por aqueles que aguardavam a era de Aquário.” 
— Xan Brooks, The Guardian —

“Livros como o de Guinn são escritos para lembrar os nascidos no pós-guerra por que eles cortaram seus cabelos e trocaram os alucinógenos por anti-depressivos.”— Christian Lorentzen, London Review of Books —


[ Veja + ]

My Life After Manson
Assista a um trecho do documentário My Life After Manson, de Olivia Klaus, onde Patricia Krenwinkel, uma das seguidoras de Charles Manson, condenada por sete assassinatos, fala sobre a luta para reconciliar dois momentos de sua vida: a menina de 21 anos que cometeu crimes para ganhar a aprovação do homem que amava; e a mulher de 66 anos que vive todos os dias assombrada pelo sofrimento sem fim que causou.

 http://www.nytimes.com/2014/08/05/opinion/my-life-after-manson.html

Jeff Guinn

Assista ao depoimento do autor do livro sobre a biografia.

http://books.simonandschuster.biz/Manson/Jeff-Guinn/9781451645163

Ficha Técnica
Título | Manson, a Biografia
Autor | Jeff Guinn
Tradutores | Daniel Alves da Cruz, Enrique Ulises Guajardo Cuevas, Márcia Targino de Lucena Monforte, Marcus Vinicius Gonçalves de Santana e Marília Rocha Ferreira
Editora | DarkSide®
Edição | 1a
Idioma | Português
Especificações | 520 páginas
Dimensões | 16 x 23 cm
Lançamento | Outubro de 2014
Editora DarkSide®

O horror, a fantasia, o suspense, o mágico. A Darkside®, primeira editora do Brasil inteiramente dedicada ao terror e à fantasia, reúne o que há de mais interessante e instigante no universo sombrio da literatura, de ontem e de hoje.

A cada página de um livro, a cada fase de um jogo, a cada calafrio, estaremos apostando sempre no escuro, no mágico, no inusitado, no novo. Go play!

Mais informações 
vc@darksidebooks.com | www.darksidebooks.com
Categorias:

20 comentários:

  1. Nossa, que publicação diferente! A Darkside está me surpreendendo, eu me interesso por todos os livros que vejo da editora!
    Como estudante de Psicologia e interessada no assunto, fiquei curiosa sobre o livro.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  2. Olá!
    Eu não curto muito esse tipo de leitura, mas pra quem gosta deve ser muito bom. Vi que tem muitos detalhes o autor deve ter pesquisado muito para escrever esse livro.
    Beijinhos!
    http://www.eraumavezolivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Olá, nossa fiquei agora boquiaberta e fascinada ao mesmo tempo. Vou dizer, li e reli e ate procurei na google quem é esse tal de Manson, contudo não achei o que procurava. Por que sinceramente não sei quem é o cara. Mas só de ler que ele foi um killer, muito famoso, e que a editora esta lançando esta biografia, minha curiosidade foi a mil.
    E digo mais, eu não gosto e não suporto biografias, contudo; esta em questão eu quero e muito.
    Adorei a divulgação, e estou bastante ansiosa para ler alguma resenha sobre o livro.

    Beijokas Ana Zuky

    ResponderExcluir
  4. WOW!
    Adorei a postagem, ficou completa, diferente e instigante!
    Eu não sou muito fã de biografias, mas Charles Manson realmente foi o mal humanizado!
    O estudo de Jeff deve ter sido uma coisa impressionante, e os grandes nomes que ali constam dando depoimentos positivos sobre a obra corroboram isso!!!
    Super interessante!
    Beijos
    Chrys Audi
    Blog Todas as coisas do meu mundo

    ResponderExcluir
  5. Oi! Eu fiquei pasma aqui, sério. Pelos comentários já percebi a profundidade da biografia. Eu não sabia que era Charles Manson, mas dei uma pesquisada aqui e fiquei horrorizada com que ele fez, principalmente com a morte de Sharon Tate. É uma biografia que tenho interesse em ler.

    Beijos,
    www.leitorasempre.com

    ResponderExcluir
  6. Oie,

    Não sou muito adepta de ler biografias, mas fiquei bem curiosa sobre, esse livro, fui dar uma pesquisada no google para saber quem é! Parece meio macabro sei lá e também não gosto de livros assim, mas se eu nunca tentar ler não posso falar que é ruim.

    Mayla

    ResponderExcluir
  7. Essa parece ser daquelas biografias que valem muito a pena ler, não é toda biografia que me interessa mas essa chama demais atenção . Entender esses mentes é sempre um desafio. Vou colocar em minha lista. beijos

    ResponderExcluir
  8. Do jeito que minha cabeça anda por agora, é melhor eu ficar longe de livros assim. De mente abalada já basta a minha! kkkkkk
    Mas reconheço que é um livro interessante pra quem gosta.
    Beijinhos!
    Giulia - Prazer, me chamo Livro

    ResponderExcluir
  9. Olá, adoro livros do tipo e obviamente me interessei por esse. As edições da DarkSide sempre são incríveis. Espero poder ler em breve, tomara que eu o consiga na bienal =)

    Abraço!
    www.umomt.com

    ResponderExcluir
  10. Gente, mas que proposta diferente essa que a editora está trazendo, mas não combina comigo, de forma alguma quero entender a mente de assassinos rsrs.


    Beijos.
    Leituras da Paty

    ResponderExcluir
  11. Eu não curto muito biografias, mas essa parece muito interessante.
    Sempre quis entender o que se passa na cabeça de um serial killer.. o que passa na cabeça dele para ele fazer essas coisas, porque não é normal cara! A pesquisa do Jeff deve ter sido boa de mais!
    Bem bacana a proposta de editora em trazer esse livro pra cá =)

    Beeijinho. Dreeh
    Blog Mais que Livros

    ResponderExcluir
  12. Caracoles.... adorei essa postagem, pois sou chegada em um triller, mas confesso que nunca tinha ouvido falar desse Mason de verdade... achei bem interessante... Eu gosto de vários títulos da editora só preciso de dinheiro para comprar uma listinha que tenho aqui em casa... rsrsrsrs...Xero!!!!

    ResponderExcluir
  13. Oi,

    Ainda não li nada da editora, mas não foi por falta de interesse, algumas publicações até desperta minha curiosidade as vezes.
    Aqui é uma biografia que não estamos acostumado a encontrar por ai, um estilo bem diferente.
    Até gosto de entende o que se passa na cabeças das pessoas, acredito que gostaria do livro.
    Beijos Mari - Stories And Advice

    ResponderExcluir
  14. Eu sempre fui do tipo que gostava de pesquisar sobre serial killers justamente para tentar entendê-los e o Manson foi um dos que mais me intrigou. Sempre tive vontade de entender o que se passava naquelas mentes doentias e agora que vi que lançaram um livro sobre ele, tenho que ter para mim.

    Beijos,
    Larissa

    Vitamina de Pimenta

    ResponderExcluir
  15. Estou desde o começo do ano para escolher uma biografia que me chame atenção para ler. Eu adoro romances policiais, toda a psicologia que envolve o assassino em série. Acho que essa biografia seria uma leitura instigante para mim! Não conhecia ele, provavelmente vou fazer uma pesquisa antes de comprar! Gostei da dica!
    Beijos
    Paulinha Juliana
    http://overdoselite.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  16. Não tenho dúvidas de que seja um trabalho muito bom, e conhecendo a Darkside Books com certeza o trabalho editorial também vai estar excelente, mas não tenho nenhuma vontade de ler a biografia de um ser que entrou para a história como sinônimo do mal. Com certeza um estudo profundo como esse tem muito a ensinar sobre o comportamento humano, mas não acho que seja leitura para mim.

    Beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
  17. Olá, tudo bem?

    Não conhecia este livro. É lançamento da Darkside?
    Acho o trabalho gráfico da editora belíssimo. Quero saber como ele é por dentro *-*.

    Beijo

    ResponderExcluir
  18. Sou apaixonada pelos livros da Darkside, se eu pudesse comprava todos. Acho eles lindos, tão bem trabalhados
    Nunca li uma biografia, então não sei se o livro vai me agradar. Mas se tratando da Darkside o livro deve ser ótimo! Vou aguardar a resenha =D
    Beijos!

    ResponderExcluir
  19. Olá!
    Adorei o seu blog e já estou seguindo!
    Você pode seguir o meu?
    http://duelosliterarios.blogspot.com.br/
    Abraço!

    ResponderExcluir
  20. Um dia eu estava lendo sobre o diretor de cinema Roman Polanski e ouvi falar de Charles Manson; curioso, fui pesquisar na internet sobre quem era. Fiquei horas com os olhos grudados, com uma profunda sensação de terror que me acompanhou até a hora de dormir. Fiquei por muito tempo refletindo sobre aquilo, incapaz de acreditar no que nós humanos somos capazes de nos tornar, as vezes por causa de ideologias extremistas, às vezes por pura insanidade mesmo.
    Eu não sei se eu teria folego para ler um livro desse. Essas coisas não saem da minha cabeça, acho que entender a mente de Manson só me aterrorizaria ainda mais, rsrs.
    Mesmo assim, parabéns pelo post, ficou incrível!!


    Gostei muito do seu blog, estou seguindo!! Assim que puder dar uma olhadinha no meu, ficaria muito feliz em te ter por lá!

    Abraços,
    Diego.

    pecasdeoito.blogspot.com.br

    ResponderExcluir