quarta-feira, 22 de abril de 2015

Resenha #63 - Filhos de Lilith - O Despertar + Parceria Madras Teen

Postado por Diarios De Leitura - quarta-feira, abril 22, 2015 - com 23 comentários
Oi, lindezas!
Tenho outra novidade super bacana pra vocês: o blog também fechou parceria com a editora Madras Teen \o/

Com 19 anos de existência, a Madras Editora é a maior editora holística, maçônica e que recentemente atingiu o mercado Rock, Pop) e Umbanda, sempre investindo em lançamentos que agregam valores aos leitores, trazendo o que há de melhor no mercado mundial para contribuir continuamente para o crescimento intelectual, cultural, filosófico e espiritual da humanidade.

No ano de 2015, ela aposta também em livros de ficção, com a criação de dois novos selos, sendo eles: Madras Teen, especializado em Literatura Fantástica, voltada para o público jovem, e o Madras Hot, voltado para o público feminino, com livros de romance dos gêneros Chick-Lit e erótico.

Para começar, a editora cedeu o exemplar de Filhos de Lilith - O Despertar, da autora nacional Elaine Velasco.

Ficha Técnica
Título Original: Filhos de Lilith - O Despertar
Autora: Elaine Velasco
Editora: Madras Teen
Páginas: 162
ISBN: 978-85-370-0946-8

Resenha
Alice está num quarto, mas não consegue se lembrar de quem é. Lembra apenas que foi sequestrada por Alejandro, mas de alguma forma conseguiu escapar. Ela está na casa de Carlos, um antigo amigo do colégio com quem havia perdido o contato. Seus sentidos estão mais aguçados, a luz do sol machuca seus olhos e o cheiro de comida a deixa enjoada. Ela sabe que tem algo acontecendo com seu corpo, mas não consegue identificar o que é. 

Entretanto, as coisas na casa de Carlos não vão bem e ela decide fugir para São Paulo, onde encontra Carol, que parece ser a única pessoa que pode dizer o que está acontecendo com Alice. A partir daí sua vida muda completamente e as duas viram super amigas, para juntas enfrentarem o grande mal que está por vir e que, por algum motivo, parece envolver a irmã de Alice.

Eu gostei muito do enredo, apesar da capa dar uma dica do tema, me surpreendi em alguns pontos. Alice está perdida e Carol irá ajudá-la de muitas formas, a amizade que elas criam é muito bonita. A diagramação está uma graça e confesso que me surpreendi positivamente nesse quesito. O livro é curtinho, menos de 200 páginas e fez com que eu lesse numa sentada só.

Veio com esse marcador super fofo!
Como muitos sabem, eu adoro fantasia e Filhos de Lilith - O Despertar me cativou bastante, porém preciso ressaltar que a narrativa não me agradou muito. Pareceu que a autora quis deixar as falas mais descoladas, ideia que eu achei bacana, mas na prática não gostei porque pareciam diálogos meio forçados. Talvez pode ser porque eu não esteja acostumada com narrativas assim, por isso me incomodou um pouco, mas nada que atrapalhasse a leitura. 

Outro ponto mais sério que gostaria de ressaltar é a opinião explícita da autora com relação ao aborto no livro. Na verdade, não sei se é a opinião dela ou se ela descreveu dessa forma para que incomodasse realmente as pessoas, e assim todos pudessem ver com outros olhos. De qualquer forma, isso foi uma coisa que me incomodou demais, principalmente por eu ser feminista e ter meus valores baseados nisso. Quando li esse trecho, tive vontade de parar a leitura, mas pensei comigo mesma que não deveria deixar esse pequeno trecho estragar toda a experiência bacana do livro, por isso continuei e não me arrependi. 

Sem mais delongas, gostei do livro, o final me deixou roendo as unhas e mal posso esperar pela continuação. Recomendo a leitura, precisamos incentivar nossos autores nacionais, né? :)





Categorias: ,

23 comentários:

  1. Oi Rayssa, tudo bem?

    Primeiramente parabéns pela parceria, que ela seja um sucesso. Sobre o livro eu já li diversas resenhas (positivas e negativas) e fiquei na dúvida se leria ou não, mas só lendo para saber né? Mas a capa dele é linda. Em suma, parabéns pela resenha.

    Beijos
    Leitora sempre

    ResponderExcluir
  2. Ei Rayssa, tudo bem?

    Eu também adoro fantasia. Nunca tinha ouvido falar deste livro, mas após ler a sua resenha não sei se eu gostaria já que os diálogos parecem meio forçados.

    Bjin da B

    Mundo B - Paixão, Amor e Outros Vícios
    http://brendalandim.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Olá Rayssa, esse livro parece ser muito bom, só fiquei com um pé atras agora que você comentou sobre a opinião colocada no livro sobre o aborto, mas mesmo assim se tiver chance pretendo lê-lo...

    Visite "Meu Mundo, Meu Estilo"

    ResponderExcluir
  4. Oi Rayssa, parabéns pela parceria, eu não conhecia o livro ainda e fico feliz que você tenha gostado. Não me interessei muito pois não sou fã de livros hot, mas para quem gosta é um prato cheio :)

    ResponderExcluir
  5. Parabéns pela parceria! Eu não sabia que a Madras estava no mercado a tanto tempo rs.
    Sobre o livro, você ressaltou um ponto que ainda não havia lido em outras resenhas: a narrativa.
    Não gosto de diálogos forçados, isso faz com que minha leitura perca o ritmo.
    Sobre a questão que te incomodou.. bem, se a intenção da autora era criar reboliço, ela conseguiu né? Admiro essa capacidade de nos gerar emoções controversas que os livros possuem.

    Beeeijinhos ;*
    Andressa - Mais que Livros

    ResponderExcluir
  6. Olá!

    Sou parceria da editora, mas até hoje não recebi meu exemplar. Vi muitas resenhas positivas para a obra, mas por isso não tive oportunidade de ler. a Capa é muito bonita e me chama muito atenção. Acho que você foi a primeira pessoa que citou o fato do aborto e do vocabulario. Enfim, fiquei com muita vontade de ler para ter minha opinião mais correta sobre a obra.


    Beijinhos,
    www.entrechocolatesemusicas.com

    ResponderExcluir
  7. Olá!

    Sou parceria da editora, mas até hoje não recebi meu exemplar. Vi muitas resenhas positivas para a obra, mas por isso não tive oportunidade de ler. a Capa é muito bonita e me chama muito atenção. Acho que você foi a primeira pessoa que citou o fato do aborto e do vocabulario. Enfim, fiquei com muita vontade de ler para ter minha opinião mais correta sobre a obra.


    Beijinhos,
    www.entrechocolatesemusicas.com

    ResponderExcluir
  8. Oi Ray!
    Minhas leituras nacionais são minimas, admito. Não só pela decepção em questões estéticas em livros, mas pelas temáticas em si. Os preços também. Soube da parceria com a Madra, mas nem arrisquei, exatamente pelo fato da leitura não me agradar. Lilith é exatamente o que eu esperava, pelo menos pelo que você contou, e não me arrependo de no momento não me aventurar. Acho a historia meio aguada ou sem logica, sei la. Quem sabe mais pra frente eu de uma chance. No momento, não.

    Abraços
    David Andrade
    http://www.olimpicoliterario.com/

    ResponderExcluir
  9. Estou cheia de expectativas com esse livro. Pois todo o universo por trás de Lilith me agrada muito, pois eu a considero, não só um vilã, mais também uma das primeiras mulheres com papel que se destaca no munda da fantasia, do sobrenatural. E eu também como feminista que ler livros que ressaltem personagem assim. Mas agora fiquei preocupada com esse ponto que você destacou, a questão do aborto.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  10. Olá, tudo bem?

    Primeiramente, parabéns pela parceria com a Madras, tenho certeza que foi mais que merecida. Gostei muito da capa e da premissa do livro, mas pelos pontos levantados na resenha acho que vou deixar a leitura passar. Uma das coisas que mais me matam de ódio nos diálogos são o excesso de palavrões e autores que tentam parecer descolados e pops nas falas e acabam deixando os personagens com imagem de fúteis e forçados. Li um livro uma vez que a protagonista toda vez que ia conversar com as amigas ficada "miga, você não vai acreditar no babado", "bff, você tem que ver isso', e daí por diante. Sentiu o drama? HAHAHAHA Sobre o aborto, não acho que o posicionamento da autora me incomodaria, pois penso que, mesmo já tendo minha opinião formada sobre o assunto, todos tem o direito de formar a deles, mesmo que não sejam parecidas com as nossas, afinal, eles também não concordam com a gente, né!? ^_^

    Abraços,
    Matheus Braga
    Vida de Leitor - http://vidadeleitor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Oi, primeiramente parabéns pela parceria. Dos novos selos me interesso pelo Madras Teen, e gostei da premissa do livro, entretanto diálogos forçados me incomodam bastante, deixam a leitura muito cansativa. Com relação ao abroto, talvez essa fosse exatamente a intenção da autora!
    Beijos
    Porão da Liesel

    ResponderExcluir
  12. Oi Rayssa, parabéns pela parceria, que seja proveitosa tanto para o blog, como para a editora.
    Eu conheci o trabalho da Elaine em Limiar e pelo que li em sua resenha, a narrativa parece estar bem parecida. Quero muito ler Filhos de Lilith pois adoro esse gênero e a história me chamou bastante a atenção.


    Bjs, Glaucia.
    www.maisquelivros.com

    ResponderExcluir
  13. Oie!
    Antes de tudo, parabéns pela parceria! Consegui com o selo Madras Hot e estou super animada <3
    Essa foi a primeira resenha que li desse livro, e pelo que você escreveu pude sentir que ele irá dividir opiniões. Fico feliz em saber que você não desistiu da leitura, mesmo depois de ler o trecho sobre o aborto. Achei diferente a forma como você disse que os diálogos são tratados, mas acho que era para sair da mesmice que sempre encontramos.

    Bom saber que de uma forma geral a leitura foi bacana.

    Beijos
    Blog Procurei em Sonhos

    ResponderExcluir
  14. Oi Rayssa, sua linda, tudo bem?
    Parabéns pela parceria!!!!!!! Meu blog conseguiu também. Eu adoro histórias de vampiro, já estou com meu exemplar e quero conferir essa história. O pessoal está bem dividido em relação a esse livro, alguns gostaram, outros nem tanto. Mas se mesmo com essas fragilidades você achou um bom livro e ainda quer ler a continuação, é porque vale a pena.
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Oi Raissa,
    eu estou louca para ler este livro, ele é o que eu sempre procuro, fantasia, ação e pelo jeito assuntos polêmicos também. rs
    Serio, fiquei curiosa com o assunto sobre o aborto, o que a autora fala para você ter ficado assim. Bom, só lendo para saber.
    Gostei da premissa, e pela leitura rápida, já que não tem tantas paginas. Parabéns pela resenha!

    Beijokas Ana Zuky
    SA Revista

    ResponderExcluir
  16. Meus parabéns pela parceria :)
    sobre o livro a leitura tem uma boa premissa mas a personagem principal tem diversas coisas que me incomoda, fora que a leitura tem pequenos buracos e outras coisas. por isso não curti muito. =/
    Seguindo o Coelho Branco

    ResponderExcluir
  17. Oi Rayssa, parabéns pela parceria e sucesso!
    Uma pena que o livro não te agradou de todo, é chato quando isto acontece.
    Terminei de ler ele ontem e estou programando a postagem para segunda-feira no blog.
    Eu gostei do livro. Tem uma temática diferente, mas também tenho ressalvas quanto ao lance do aborto. Mas, no geral valeu a leitura e o final tensoooo
    Ótima resenha.
    Bjus
    Lia Christo
    www.docesletras.com.br

    ResponderExcluir
  18. Olá, Rayssa!
    Eu sempre gosto de dá uma conferida nos livros escritos por autores nacionais. Acho extremamente importante o nosso incentivo nas divulgações desses livros. Me interessei muito pela leitura desse livro, achei bem enigmático, sua resenha não deixou escapar nenhum detalhe revelador e isso é muito bom. Vou procurar mais sobre esse livro, acho que irei comprar em breve :D Parabéns pela resenha!

    Luz e literatura!
    Beijos ,

    ResponderExcluir
  19. Oi, Rayssa!
    Eu também curti a leitura, to bem ansiosa pela continuação.
    Mas assim como você também achei alguns pontos falhos, como a história ser um pouco corrida e muito superficial em alguns pontos. Eu achei que a autora poderia ter explorado melhor alguns personagens, poderia ter nos deixado conhecê-los melhor. Espero que ela faça isso no próximo.

    Beijinhos!
    Jaque - Meus Livros, Meu Mundo.

    ResponderExcluir
  20. Oi Ray,
    Parabéns pela parceria! Você merece, linda! <3
    Estou com esse livro aqui, mas ainda não tive tempo de ler. Espero poder começar em breve.
    Eu tenho um posicionamento a respeito do aborto e não ligo para opiniões divergentes em um livro de ficção, a não ser 'que' elas sejam na introdução ou epílogo. Ou seja, se forem faladas por um personagem, não necessariamente significam a opinião da autora, talvez até sejam um reflexo da sociedade. De qualquer forma, minhas opiniões são polêmicas como você bem sabe e mesmo não sendo a favor do feminismo, sou a favor da legalização do aborto para casos especiais. Provavelmente os diálogos vão me incomodar mais, espero que eu supere essa barreira e possa curtir a história .. kkk

    Beijos,
    Mari Siqueira
    http://loveloversblog.blogspot.com

    ResponderExcluir
  21. Rayssa, só quero fazer uma ressalva com relação a questão do aborto: repare que a personagem Carol também não concorda com a visão dos outros personagens. Ela foi colocada ali exatamente para servir como um contraponto na questão, cuja intenção era sim causar polêmica, mas retratando as opiniões divergentes. Parabéns pela resenha!

    ResponderExcluir
  22. Oi, Rayssa!
    Eu já li muitas resenhas de Lilith, mas é a primeira que vejo falar sobre a questão do aborto. Se eu não lesse sua opinião, provavelmente só saberia disso lendo o livro! Então parabéns pela sinceridade, seria ótimo termos mais resenhistas como você na blogosfera literária que não se preocupasse mais em (perdão pela expressão) puxar o saco dos autores nacionais achando que tem essa obrigação por eles serem, bem, nacionais.
    Com carinho,
    Celly.

    http://melivrandoblog.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  23. Olá Ray!
    Tudo bom? Então... como eu já tinha dito, não iria ler sua resenha até ler o livro, mas depois que li a resenha da Mariana fiquei morta de curiosidade e não tive como me conter. Bem, acho que tu bem sabe o grande medo que estava sentindo em relação à leitura, mas acho que fora o troço dos diálogos e a questão do aborto, o resto será de boas.
    Ah, além do mais, estou super curiosa para saber qual será esse final que te deixou roendo as unhas. Espero que meu exemplar chegue logo.
    Beijos,
    Jess.

    ResponderExcluir