sexta-feira, 7 de março de 2014

Resenha #41 - Questões do Coração

Postado por Diarios De Leitura - sexta-feira, março 07, 2014 - com 19 comentários
Ficha técnica

Título: Questões do Coração
Título Original: Heart of the Matter
ISBN: 9788563219398
Autor: Emily Giffin
Ano: 2011
Páginas: 438
Editora: Novo Conceito
Tradução: Paula Bitondi




Resenha

Questões do Coração conta a história de Tessa e Valerie, duas mulheres que não se conhecem, mas tem algo em comum: ambas têm um amor incondicional pelos seus filhos.

Tessa é esposa de Nick e tem dois filhos com ele. A vida dela aos olhos de quem vê parece perfeita, porém não é bem assim. Nick é médico e por isso está sempre ausente, mas Tessa sabia que a profissão do seu marido seria assim desde o começo e sempre foi muito forte com relação a isso, suportando coisas que fariam muitas mulheres desistir no meio do caminho. Ela era professora, mas decidiu abrir mão de sua carreira para cuidar dos filhos, só não imaginava o quanto isso consumiria seu tempo, muito mais que qualquer trabalho.


Valerie é advogada e dedica sua vida para cuidar de seu filho Charlie, fazendo papel de mãe e pai, já que é mãe solteira, porém seu irmão sempre a ajudou com tudo o que fosse possível. Os dois sempre foram muito unidos. É por conta de um acidente com Charlie que a vida dessas duas mulheres se cruzam, mas não do jeito que eu esperava que fosse. advogada e dedica sua vida para cuidar de seu filho Charlie, fazendo papel de m.

Charlie vai à casa de um amiguinho participar de uma festa do pijama. Eles decidem acender uma fogueira, porém sem adulto por perto, e Charlei queimou gravemente o rosto e a mão direita. Ele é levado diretamente ao hospital e por ironia do destino (ou não), Nick é o pediatra especialista em cirurgia plástica que vai cuidar de Charlie.

É aí que a história começa a se desenrolar, Nick acaba nutrindo um carinho muito especial por Charlie e quer fazer de tudo para que ele e Valerie fiquem bem. Essa aproximação pode gerar sentimentos inexplicáveis a ambos e as coisas podem ir por água abaixo.

A narrativa é feita em primeira pessoa, alternando os capítulos entre a visão de Tessa e de Valerie. A escrita da autora é bem desenvolvida e a leitura flui rapidamente. Em alguns momentos ficava muito curiosa porque acontecia algo com Valerie que eu queria saber a continuação, mas o capítulo acabava e o próximo era contado por Tessa. Confesso que em alguns momentos eu pulei alguns capítulos rapidamente para ver por cima o que acontecia e voltava. Sim, sou dessas, sou muito curiosa mesmo!

É o primeiro livro que leio da Emily Giffin e confesso que ela me surpreendeu negativamente, esperava muito mais. É um livro para passar o tempo, não me marcou muito porque em alguns momentos achei que as personagens eram fúteis demais. Não me identifiquei muito com elas e talvez por isso não tenha visto uma mensagem mais profunda no livro. Para mim foi mais um abordando um tema clichê, mas, como muitos dizem, se é clichê é porque funciona. Vale a pena ler para passar o fim de semana, é gostosa a leitura, li em dois dias e recomendo para quem gosta de histórias com esse tema.






Categorias: ,

19 comentários:

  1. Já li esse livro e gostei bastante. Gosto muito da escrita da autora.

    Bjus
    http://infinitoparticulardoslivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Confesso que você não é a primeira blogueira que eu vejo falar mal desse livro. Primeiramente porque a maioria fala das capas, e com razão, são bem simples/estranhas/ensossas hahah a premissa do livro também não me atraiu, parece ser bem bobinha :/

    ResponderExcluir
  3. Esse foi o primeiro livro que comprei depois que comecei a me (re)interessar pela leitura! rs
    Acho que gostar ou não do livro é realmente pessoal. Quando a gente não se identifica com os personagens ou com a trama, não tem muito jeito mesmo.
    Mas a autora é muito boa e outros livros podem te agradar!
    bjs

    ResponderExcluir
  4. Eu tenho esse livro, ganhei de uma amiga.
    Mas ainda não li... Acredito que o amor, romance e tudo que envolva coração ainda está um pouco dolorido pra mim...

    Bela resenha!
    Beijos
    http://plantaoonline.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. A resenha bem feita, mas já vi muitos blogueiros falando mal deste livro. Então tenho um certo receio de compra-lo.
    http://amantedaspalavras78.blogspot.com.br/
    Beijos. ^^

    ResponderExcluir
  6. Eu ainda não li nenhum livro da autora, mas gostaria de ler as pessoas falam bem, é uma pena que o livro não tenha funcionado com você, mas sempre é assim quando criamos muitas expectativas, mas eu gostaria de ler, mesmo que seja só para passar o tempo.
    Beijos!!!

    ResponderExcluir
  7. Eu adquiri em uma troca dois livros da Emily , Um prova de amor ,e Ame o que é seu , ainda não pude ler , mas pretendo rs tenho curiosidade , mas ao mesmo tempo tbm acho que iria ser uma leitura negativa no fim das contas . Não sei o pq rsrs

    ResponderExcluir
  8. Uma amiga me disse que os livros da Emma são estranhos, e que só vai reler quando for idosa. Achei graça. Quero ler e tirar minhas próprias conclusões.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  9. Que pena que não gostou tanto! Gostei muito do livro e foi o que me fez virar fã da autora!
    Ano passado li 'Laços Inseparáveis', outro que também adorei!

    ResponderExcluir
  10. Já li muitas resenhas negativas sobre a Emily, mas ao mesmo tempo, leio muitas positivas, é bem dividido, quero ler um de seus romances para tirar minhas próprias conclusões. Beijos :)

    ResponderExcluir
  11. Oiee Rayssa =)
    Menina confesso que agora fiquei com receio de ler o livro, tenho 5 livros em casa da Giffin e não li nada ainda, as pessoas comentam muito bem dela, e eu costumo ser do contra, bem vou ler algo dela esse ano, mas acho que não será esse e sinceramente quero ser surpreendida de forma positiva.
    Beliscões carinhosos da Máh <3
    Blog

    ResponderExcluir
  12. Rayssa, eu realmente amei esse livro.
    Gosto muito da sensibilidade que a escrita da Emily contém, e acho que ela conseguiu de uma forma muito verdadeira tratar de um assunto comum, porém pela forma como é apresentado não chamaria de clichê.
    Acho um pouco forte dizer que as personagens eram fúteis, odiei a Valerie do fundo do meu coração literário, mas acho que fútil não se aplica a ela, nem a Tessa.
    Também não me identifiquei com nenhuma das personagens, mas ainda assim consegui ser fisgada pelo livro e realmente gostei do que li.
    Pena que pra você a leitura não marcou, o livro é realmente incrível.
    Beijoux ;*

    @pirulitolimao | http://agarotadalivrariia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Oieee... eu tenho esse livro a 2 anos e ainda não li HAHAHAHAHAH
    ~vergonha~
    Amei a resenha *-*

    Beijos da Di
    Parte de Minha História
    Twitter
    Instagram

    ResponderExcluir
  14. Oi Ray,
    Ah, confesso que eu terminei esse livro com a mesma impressão de decepção que você teve. Eu também esperava mais. Mas lendo outros livros da autora, você percebe que esse é seu estilo de escrita. Seus livros não são marcantes, eles tem histórias comuns, com problemas do cotidiano. Desconfio que Giffin seja uma dona de casa que escreve sobre o dia-a-dia feminino e entendendo seu estilo de escrita, acabei me acostumando kkk, as histórias são tão plausíveis que podem realmente acontecer. Além do mais a leitura flui e apesar de não ter grandes mensagens em seus livros, todos são boas leituras. Presentes da Vida é mais legal que esse ;)
    PS: Terminei o livro com tanto ódio do Nick que quase rasguei o último capítulo. kkkk

    Beijos ;*
    Mari Siqueira
    http://loveloversblog.blogspot.com

    ResponderExcluir
  15. Ainda não tive a oportunidade de conhecer a autora, mas tenho um desejo ainda..ksks. Sua resenha foi ótima e apesar de não ter lhe agradado tanto fiquei curioso em conhecer..ksks

    Abraços!
    http://macaliteraria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Eu também ainda não li nada dessa autora, mas vejo muitas pessoas falarem bem sobre os livros dela. Eu já quase comprei esse livros várias vezes em promoções do submarino e acabava sempre mudando de ideia na última hora. Não imaginava que os personagens pudessem ser fúteis já que se tratam de duas mulheres adultas e com família...
    Adorei a resenha!

    Beijão :*

    http://justonemomentt.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Eu li!!!!!

    Apesar de ser história de novela, eu gostei bastante, nunca tinha lido essa autora.

    ResponderExcluir
  18. Ainda não li nada da autora, mas sempre leio resenhas positivas em relação aos seus livros. Eu até que achei a trama interessante, mas nada tão extraordinário. Acho que o diferencial pode ser a narrativa da autora mesmo. Uma pena que você não conseguiu se conectar com nenhuma das personagens. Pelo menos, a leitura fluiu agradavelmente.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  19. Para ser sincera, achei muito clichezinho, não é um tipo de livro que eu leria. A história não trouxe emoção. Aquela coisa sedenta, do início ao fim.
    Eu não penso criticamente sobre os personagens, acho que a visão do autor sobre elas é diferente da gente. Não vejo um motivo válido para se identificar com a obra porque o personagem nos cativou. Pra mim, isso não seria avaliado. O que pesa pra mim é a qualidade em que o autor aborda a história. Por mais que ele conte apenas o nome do personagem. É uma figura típica dele, atípica pra gente. Subjugar a obra por isso, é como esperar um final triste nos livros de Nicholas Sparks, que é mais melado que mel com açúcar, porque nem água tem na obra dele.
    Enfim... Não leria a obra, de verdade. A resenha está bem feita, mas o livro não é meu estilo.
    M&N | Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso Top Comentarista

    ResponderExcluir