terça-feira, 15 de abril de 2014

Resenha #47 - O Menino e a Mãe do Menino

Postado por Diarios De Leitura - terça-feira, abril 15, 2014 - com 14 comentários
Ficha Técnica


Título: O Menino e a Mãe do Menino
Autor: Luciene Regina Paulino Tognetta
ISBN: 978-85-7913-183-7
Páginas: 24
Ano: 2014
Ilustrador: Paulo R. Masserani
Editora: Adonis

Resenha

O Menino e a Mãe do Menino é o primeiro livro da coleção Falando de Sentimentos da Editora Adonis. O Menino é uma criança como todas as outras e sua mãe também é como todas as outras que revezam entre trabalhar e cuidar da casa e do menino. Nesse livro, o Reizinho é bem danado e sua mãe o educa sem gritar, sem bater, sem castigar, para que ele aprenda que as coisas não devem ser resolvidas com violência e sim com palavras.

Ele aprendeu a cuspir a água suja depois de escovar os dentes e resolveu treinar com água de coco também (afinal, é tudo liquido mesmo) e cuspiu no chão da sala. O que espera é que a mãe ralhe com o menino, afinal já vimos isso muitas vezes. Mas ela simplesmente diz para ele: você escolhe, ou bebe a água ou fica sem. E ele escolheu continuar cuspindo, com isso a mãe tirou a água dele, porque essa foi a sua escolha. O menino chorou, esperneou, berrou a noite toda e a mãe reconheceu o sentimento de perda dele e disse: puxa vida, que pena que você ficou sem água.




Depois o livro conta mais um outro caso parecido com esse, onde o menino queria comer apenas os ovos da pizza, mas queria os que estivessem inteiros e não os que estivessem cortados. A mãe disse que aquele era o único ovo que tinha, se ele preferia comer aquele ou ficar sem, o menino se lembrou do último episódio onde ficou sem a água de coco e resolveu aceitar os ovos.

Assim ele foi aprendendo que fazer manha não adianta nada. Muita gente questionava a mãe sobre o motivo de não bater, porque isso ensinava as crianças a não fazer errado de novo. A mãe apenas respondeu que não se deve bater em ninguém, muito menos nos próprios filhos. Bater, somente em barata e pernilongo.




Os livros dessa coleção da Adonis vieram com um livrinho que é suplemento especial para pais e professores, que basicamente é a explicação da autora para eles sobre a mensagem que ela quis passar no livro. Como eu disse anteriormente, é sobre a questão de não bater nas crianças, que é possível educar e educar bem sem usar violência, porque a criança fica marcada com aquilo e acha que pode resolver tudo na base da violência. Ela comenta que não é deixar a criança fazer tudo o que quer, mas sim educar com amor e compreender a mente de seu filho.  Achei super bacana esse suplemento, ajuda bastante a entender o lado da criança, o que elas pensam quando você toma certas atitudes.




A narrativa é infantil, para crianças mesmo. Já o suplemento para pais e professores é numa linguagem mais adulta e utiliza várias teorias para embasar seus argumentos. Eu gostei mais da outra experiência que tive com a Adonis que foi com o livro O Chapéu do Noel (resenha aqui), porque o tema era diferente. As ilustrações do Paulo estão lindíssimas novamente, achei que texto e ilustração tiveram um casamento perfeito. O legal do livro é que ele mostra para as crianças a forma que elas se comportam e que não é legal fazer birra. Acho que é uma leitura válida tanto para as crianças quanto para os pais.







Categorias: ,

14 comentários:

  1. Ai flor, adorei..como tenho dois pequenos de idades entre 2 e 5 preciso urgente de um livro desses para aprender ensinar sem perder a paciência as vezes, adorei a ideia do livro,arrasou.
    Bjs
    ateliedoslivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Oi Ray,
    Ahhh que bonitinho! *-*' Esse tipo de leitura é o que os pais mais precisam, deviam ter livros desses já na porta da maternidade, para que eles não cometam erros tolos como educar a criança na base do tapa. As ilustrações, bem como você disse, são lindas <3 E que investimento bacana o livro em conjunto para os pais, isso é muito legal, além de ensinar como lidar com os filhos, força os pais a se envolverem nas atividades das crianças. Enquanto um lê um livrinho, outro lê outro livro, um complementa o outro. Perfeito! <3

    Beijos,
    Mari Siqueira
    http://loveloversblog.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Oi Ray!
    Tá faltando pais que tenham paciência para educar seus filhos.. Adorei a ideia do livro!
    E as ilustrações são lindas!
    Muito legal vir o livro infantil e o suplemento para os pais, estou até pensando em dar de presente para o meu sobrinho! rs
    Beijos

    Li
    literalizandosonhos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Bem bacana Ray,
    Resolver tudo na base da pancada realmente não adianta nada! Sempre fui educada com conversas, sem nunca apanhar e hoje em dia vejo que essa educação funciona muito, pois eu aprendi tudo que meus pais queriam que eu aprendessem e sem nunca levar uma tapa, ou surra, como acontecia com muitas crianças da minha idade.
    Muito legal o livro vir com um complemento para os pais e professores.

    Beijão :*

    http://justonemomentt.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oi, Ray c;
    Adorei esse livro e achei as ilustrações maravilhosas! E eu concordo plenamente sobre a questão de não bater nas crianças, ou seja lá em quem for. Adorei também o método que a mãe usou para ensinar o filho; além de diferente é super interessante! Beijos,
    http://coemundo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Ual! Que bacana isso. Achei muito bom. Reconheço que de vez em quanto umas palmadas precisa, mas sem duvidas a criança precisa ser educada com amor. Não sei se você chegou a ver um video no facebook de uma mãe batendo num menino de um 1 ano mais ou menos. Aquilo foi um absurdo! Fiquei chocada como uma mãe pode tratar um filho daquele jeito. Ela precisava ler é esse livro aê...

    http://milleguas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Esse é o tipo de livro onde os professores de Educação Infantil (tipo eu) precisam ter em seu acervo pessoal e na escola também. Vira e mexe os pais perguntam indicações de livros infantis como esse que os ajudem a ensinar e não bater. Adorei a resenha. Já anotei a dica para procurá-lo e indicar na escola também.

    Beijos
    Rob
    http://estantedarob.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Hahahahah! Antes de tudo, morri de rir com o comentário da Mariana. Então, gostei do livro, principalmente dessas ilustrações super bacanas. Certamente o leria se tivesse a oportunidade.

    Beijos,
    Juan Silva - http://asasliterarias.com/

    ResponderExcluir
  9. Realmente, Rayssa! É uma leitura para todas as idades. Acho de extrema importância essas obras. Diverte os pequenos, mas ao mesmo tempo, os educa também. E esse suplemento para os pais também é uma mão na roda.
    Em relação às ilustrações, gostei bastante.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  10. Oieee! Tu sabes que sou professora de pequenos neh rsrsrs
    Amei a dica, quero muito ler...
    Como sempre...
    amo demais as suas resenhas
    parabéns pelo livro
    Beijos
    Ariana Silva
    http://ariabooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Owwwn, gente mais que livro fofo, simplesmente amei! Que ilustrações lindas, tenho certeza que minhas sobrinhas irão amar e eu também, amo infantil, quadrinhos etc. <3

    ResponderExcluir
  12. Realmente é um livro muito bom. Goste demais dele ;)

    Abraços!!
    http://macaliteraria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Que lindo o livro, Rayssa. As ilustrações são perfeitas.
    Gosto de livro assim, é um incentivo danado para as crianças lerem. Perfeito :D
    M&N | Desbrava(dores) de livros

    ResponderExcluir
  14. Oi, Ray! Como você está?
    Ainda não conhecia o livro, mas parece legal, principalmente para crianças. Acho que toda criança deveria ganhar livros desse tipo; talvez, assim, o futuro pudesse ser melhor do que se espera - eu não espero mais nada... Achei esse suplemento bem bacana.
    Beijos,
    Karol.
    http://heykarol.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir