quinta-feira, 8 de agosto de 2013

Resenha #12 - Mensageiros da Lucidez

Postado por Diarios De Leitura - quinta-feira, agosto 08, 2013 - com 2 comentários

Ficha técnica


Título: Mensageiros da Lucidez
Autor: Carlos Monteiro
ISBN: 9788582180914
Páginas: 112
Ano: 2013
Editora: Heima









Resenha

Encarnamos um anjo sem nome, um ser celeste que decide se tornar um humano mortal, mesmo com várias advertências, ele quer os sentimentos, sensações e percepções da humanidade, porém, para conseguir sua mortalidade, deve cumprir uma última missão a mando do céu, ele tem que encontrar os escolhidos por Deus para trazer a lucidez à Terra.

O enredo deste livro nos apresenta um foco muito interessante, um ser celestial que quer se tornar humano por decisão própria, mas para chegar a isso ele deve passar por uma aprovação aceita de bom grato. Contudo, esse eixo se perde com a apresentação de outros personagens, que se tornam tão grandiosos quanto nosso protagonista. Todos os personagens possuem as mesmas características, nomes que transmitem suas personalidades (Anjo, Oceano, Gato Ingrato, etc) e todos passam por aprovações e destinações. Cada um possui um “background” diferente, mas todas são muito parecidas, sempre ligadas ao abandono, desilusões, perda de esperança, entre outros.

Alguns personagens não possuem um final, causando com isso indagações ao leitor do que  pode ter ocorrido com o mesmo após os acontecimentos narrados pelo livro. Outro ponto voltado para o enredo é como a mitologia cristã é utilizada, algumas passagens podem até serem ligadas com conceitos de autoajuda e diversas reflexões sobre elas podem ser feitas.

A narrativa deste livro é uma incógnita, a maneira como ele é escrito traz traços de poesia, literatura fantástica e teatro, isso pode não agradar alguns leitores, mas esses traços de mudanças repentinas não se aplicam apenas à narrativa, mas sim na obra como um todo. O ultimo “ato” do livro envolve poemas e um posfácio sobre nosso Anjo, esta passagem é muito interessante, pois temos um aprofundamento nos personagens que não havia ocorrido no decorrer da estória.

Vale a leitura devido ao quanto imprevisível é a história, ela muda de foco em vários momentos, mas o verdadeiro ponto forte do livro são as poesias apresentadas no final do mesmo, elas engradecem a obra deixando-a mais completa.







Boa Leitura.


Categorias: ,

2 comentários:

  1. Tinha ouvido falar desse livro, e a sinopse tinha me atraído muito. Talvez ele deve ter sido escrito pensando em se tornar uma série, por isso muitos personagens não tem um final, um destino relatado. Mas adorei a resenha, ainda sinto vontade de ler esse livro!

    Abraços!

    pecasdeoito.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Concordo com o colega acima e pelo que pude sentir dos contos que lia no Regozijo do Amor é que o autor extravasa os sentimentos e emoções dos personagens buscando lá do fundo da alma, assim fazendo que os mesmos reflitam!
    Eu estou com meu exemplar e em breve farei uma resenha. Eu curti muito a sua!
    Bjs
    http://mundoliterando.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir