terça-feira, 27 de agosto de 2013

Resenha #20 - A Ordem Perdida

Postado por Diarios De Leitura - terça-feira, agosto 27, 2013 - com 2 comentários
Título: A ordem perdida
Autor: Gabriel Schmidt
Páginas: 168 
Ano: 2012 
Editora: Novo Século





Resenha


Antes da criação do mundo, havia dois grupos de Titãs, um do bem e outro do mal, sendo que cada grupo era formado por três Titãs. Oz, que era do bem e Sahó, que era do mal, acabaram se apaixonando e desse amor proibido nasceram quatro mestiços (deuses). Os outros Titãs descobriram o romance e resolveram unir suas forças para mata-los e também a seus filhos. Oz e Sahó acabam morrendo para protegê-los, e como vingança, declararam guerra contra os Titãs restantes e venceram. Porém sobrou um último Titã do mal, Magãn, que vai dar um pouco de trabalho no decorrer do livro.

Atualmente
Os deuses ficam de olho nos casais que querem ter filhos e não podem, sendo assim, entram em contato com a família e fazem um acordo no qual tem que cuidar da criança como se fosse seu filho, porém na hora certa os deuses o pegarão de volta para dar todo treinamento necessário a um semideus. É quando Avél entra na história. Seus pais aceitaram esse acordo com o deus da Energia, porém nada sabe a respeito disso. Ele tem 13 anos e está em um dia normal na escola com seus amigos, quando de repente vê um homem muito estranho que fala com ele através do pensamento. Isso o deixa assustado e conta o ocorrido para seu amigo Carl. No mesmo instante, Carl e os outros meninos o levam para o banheiro e começam a bater em Avél, que não está entende nada do que está acontecendo. E aquele cara estranho, chamado Harte, filho do deus do sol, o salva e o leva para o castelo Yethis. Lá conhece outros semideuses como ele: Angie, Tétrada, Driátolun, Lilip, Green, Áurea, Harte, Iáfia e Gabriel. 

O Castelo Yethis é uma escola para semideuses aprenderem a controlar seus poderes e suas habilidades e logo são enviados a uma missão para encontrar a Ordem, que é um objeto poderoso que se cair nas mãos erradas, podem acabar com o mundo. E nessa missão eles vão enfrentar muitos perigos até alcançarem seu objetivo.

O livro é pequeno, mas eu não consegui ter uma leitura fluída em algumas partes porque cada capítulo do livro é narrado em primeira pessoa por um personagem diferente, entre 8 dos citados acima. Por essas constantes mudanças, não consegui me apegar a nenhum personagem e isso me desanimou um pouco, não fiquei tão empolgada em saber o que irá acontecer com aquele personagem que teria me apegado.

Por outro lado, a escrita em si é de fácil entendimento e isso acelera mais a leitura, porém achei que faltaram alguns detalhes principalmente do treinamento dos Yethis, já que o autor focou mais na missão. Aliás, a missão foi a parte que mais me prendeu no livro, queria saber o que ia acontecer e isso contribuiu para o rápido término da leitura. O final é ótimo e deixa aquela expectativa para o próximo livro.

Por ser uma estória mitológica, mesmo o autor trocando os nomes dos titãs e dos personagens, acabei lembrando de Percy Jackson em várias partes, acredito que o autor pegou algumas estórias como base para criar seu universo.

Por fim, é uma leitura que vale a pena para quem gosta de mitologia e para quem não gosta é interessante para conhecer esse universo.

O autor Gabriel Schmidt enviou um exemplar para sortear aqui no blog, fiquem atentos!






Categorias: ,

2 comentários:

  1. Realmente o tema mitologia é interessante e permite a criação de ótimas histórias! Que pena que os personagens não cativaram tanto, afinal, eles são essenciais em uma boa obra!

    Abraços, Isabela.

    www.universodosleitores.com

    ResponderExcluir
  2. Olá,

    Mitologia sempre me enche os olhos! amo que amo.. Parabéns pela resenha, me conquistou o desejo de ler com certeza!

    Bjokas

    *Pathy*

    ResponderExcluir